Milho-

Nome cientifico: Zea mays L.

Sinonímia: Abati, avati (indígenas), cabelo-de-milho. Cultivares: HS-ICI 8568, C 901, ICI 8452, HT-Dina 170, P 3051, P 3041, P 3210, P 3041, C 805, AG 612, Condimax 322, AG 310, HD-ICI 8447, BR 201, AG 106, e outros

Composição Química:

Vitamina B; proteinas, vitamina A, K, ácido salicílico, ferro, potássio, fibras.
Botsaris indica: criptoxantina, resina, saponinas, eletrólitos, sais orgãnicos, alcalóides, ácido ascórbico, vitamina K, sitosterol, stigmasterol,ácido málico, ácido palmítico, ácido tartárico, ácido oxálico, ácido pantotênico.
www.portaleducacao.com,br: saponinnas, tanino, ácido palmítico, ácido maizênico, esteoarico, fitosterois, alantoina [uso em hematúrias], betaina.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes: 13 kg/ha 4/5 sementes/metro

Espaçamento: 0,8 a 0,9 (5 plantas/m porte baixo); 1 m (5 plantas/m porte alto)

Época de Plantio: verão: out-dez; safrinha: janeiro-fevereiro

Época Colheita: estígamas ("cabelos da espiga"): início da frutificação; grãos: 20-25 dias após


Informações Gerais

Contra Indicações:

Quem tem problemas de flatulência e fermentações intestinais, diabéticos e obesos, devem ser cautelosos no consumo do milho em suas diversas formas alimentares. Não deve ser consumido por quem tem problemas de próstata.
Botsaris: DL 50 em coelhos 250g/kg. Por causar aumento de protrombina não se recomenda o uso em pacientes com síndrome nefrótica, pois pode aumentar risco de trombose.

Valor Alimenticio:

Os grãos representam um dos melhores, mais velho e mais utilizado alimento pela humanidade.

Observações:

Contem vitaminas do grupo pró-vitamina A, o que lhe confere a cor amarelada.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Poderoso diurético quando usados seus   “cabelos”  (que são os estigmas das espigas, levemente secos), pode ser usada por pacientes com glomero nefrite aguda; icterícia; regula síndrome do emagrecimento e da sede nos diabéticos; regula a muita diurese nos diabéticos [poliúria];

Uso Normal:

Estigmas (“cabelos” da espiga), uso interno, infusão, dose normal ou usar um punhado para dois copos de água; adicione água quente por sobre os “cabelos” de milho e deixe em infusão por 10 minutos em um recipiente fechado. Coe e beba 3 xícaras de chá por dia; nas afecções renais, oligúria, anúria, cálculos, cistite, hidropisias, afecções hepáticas e biliares, gota, acne, antiinfeccioso, ação hipoglicêmica (na diabetes), estimula fluxo biliar, previne cálculo renal, desinfeta as vias urinárias (poderoso). É usado também para combater o cálculo renal, diminuir o inchaço das grávidas, infecção da bexiga (cistite). Grãos, uso interno, grãos torrados e moídos, preparados como café, em jejum, pela manhã: hemorroidas, obstipação intestinal, prisão-de-ventre. Como fubá em alimentação para desnutrição, prevenção e tratamento da arteriosclerose. Diabetes, uremia, ver receita no setor Receitas.
Botsaris indica efeito experimentais: efeito anti-hipertensivo [injeção endovenosa em animais]; efeito colagogo; efeito hematológico [aumentam concentração séricas de protrombina e reduzem tempo de coagulação; efeito endócrino: redução de glicemia; efeito no SNC: sedação diminuição de atividade motora;

Características:

Originário no México e na América Central – é conhecido à 10 mil anos. Gramínea anual, não entouceira, com até 2,3 m de altura, folhas de forma lanceolada, cartáceas, inflorescências masculinas em pendão- terminais e femininas, em espigas axilares com longos estames avermelhados, chamados “cabelos”.

Foto:

Foto 2:

Foto 3: