Lentilha-

Nome cientifico: Lens esculenta Moench.

Sinonímia: Cultivares: Precoz, Tekoa, Chilena, Laid, Eston, no Brasil prefere-se o tipo com cotilédones amarelos e sementes garúdas.

Composição Química:

Ótima fonte do elemento selênio, assim como ótimas quantidades de ferro, magnésio, fósforo, zinco, tiamina, vitamina B6 e folato, cálcio


Dados para Cultivo

Propagação: sementes, 50-70 kg/ha

Espaçamento: 40-50 cm entre linhas e 20 sementes/m linear

Época de Plantio: abril ajulho (Sul); abril-amio (Brasil Central)

Época Colheita: graõs: 140 dias após plantio; (as de ciclo curto: 70-110dias)


Informações Gerais

Contra Indicações:

Podem causar distensão abdominal e gases intestinais se consumidos em excesso. Devem ser cosidos para destruir possíveis substâncias tóxicas.

Valor Alimenticio:

Tem sido cultivado como alimento no Oriente Médio desde aproximadamente 8000 anos a . C. São ricos em proteínas, fibras (inclusive solúveis), são importantes no controle de colesterol no sangue. São bons alimentos para diabéticos.

Observações:

Alimento de alto valor nutritivo, com altos teores de proteínas, carboidratos, sais minerais.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Lentilha: é fonte de proteínas vegetais e cálcio, contribuindo significativamente para a regulação da flora intestinal. O equilíbrio do cálcio e magnésio no organismo atua no metabolismo cerebral e na produção de neurotransmissores, como serotonina e dopamina, responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. http://msn.minhavida.com.br/conteudo/11105-Inclua-no-cardapio-10-alimentos-que-te-deixam-mais-feliz.htm#fotogaleria=9

Uso Normal:

(Ervum lens). Usar farinha de lentilha na forma de papa cozida por alguns minutos, como cataplasma, para glândulas inflamadas, orelhões (parotite). Ferver 120 g de vinho branco com 30 g de lentilha, esfriar, filtrar, beber a decoção em duas vezes no dia: para diarreia, prisão de ventre.

Foto:

Foto 2:

Foto 3: