Sobre

Nossa Proposta de Trabalho

Estamos apresentando neste site, a oportunidade de expor um trabalho de coleta de dados com uso prático e clínico, do uso de plantas medicinais, tradicionalmente utilizados pelo homem durante sua relação com elas desde os seus primórdios.

Estes dados tentam apresentar não apenas os de conhecimento científico, mas os populares, desde que tenham força história comprovatória de bons resultados e efeitos. Assim, espera-se que este banco de dados represente para aqueles que o consultarem, fonte de informação segura, eficiente e confiável, para poderem utilizar com facilidade, o enorme potencial que existe no reino vegetal, com grande enfoque para a flora brasileira extremamente rica, pela sua força curativa e para melhorar de maneira barata, acessível e eficaz, a qualidade de vida de todos que a utilizam com vontade, confiança e determinação.

Quem começou esse trabalho e porque

Este projeto foi iniciado por Luiz Celso Hernandes Teles em janeiro de 1998, quando frequentou , o Primeiro Curso De Fitoterapia Aplicada, proferido por Dr. Dirceu Abdalla, na cidade de Goiatuba, estado de Goiás, Brasil.

Como resultado deste curso, iniciou um trabalho prático de assistência filantrópica na cidade de Catanduva, estado de São Paulo, e fundou um grupo de trabalho denominado Grupo Ecumênico de Fitoterapia Catanduva, que somou a vocação pelo uso gratuito das plantas medicinais com a prática do Ecumenismo, reunindo voluntários de diferentes credos trabalhando pelos mesmos ideais cristãos.

Para sustentar a produção de diversas plantas medicinais, formou na Fazenda Santo Antônio, em Elisiário, próxima a Catanduva, um herbário que não só cultiva plantas tradicionais da Farmacopéia brasileira e mundial, como iniciou um trabalho de domesticação de plantas silvestres tipicamente brasileiras que originalmente tem como habitat , as regiões do cerrado do Meio-Oeste .

Em 2002/2003, fez o Curso de Pós-Graduação “Latu Sensu” (Especialização) a Distância: Plantas Medicinais: Manejo, Uso e Manipulação, na Universidade federal de Lavras, Minas Gerais, UFLA/FAEPE, com a coordenação geral do Prof. Dr. José Eduardo, Brasil Pereira Pinto.

A motivação básica do trabalho foi a descoberta do quanto se ganha em termos de felicidade verdadeira ao servir ao próximo, e, por ter a formação de Engenheiro agrônomo (ESALQ-USP-1970), que pareceu ser a atividade na qual teria um melhor e mais eficiente desempenho.

Agradecimentos

– À Deus que me deu condições de iniciar este trabalho, e sem dúvidas me dará forças de continua-lo.

– A minha esposa Ponciana, por ter aprendido a dividir minha presença com tantas horas diante do teclado.

– Aos meus voluntários que me apoiaram nesta empreitada, com coragem, desprendimento e confiança.

– Ao Dr. Dirceu Abdalla (Goiatuba – GO), com o qual aprendi o real valor das plantas medicinais.

– Ao Dr. Milton Maguollo (Catanduva -SP), com quem consegui enxergar que o futuro sempre está aqui agora, conosco.

– Ao Prof. Dr. Wagner Luiz Polito (São Carlos – SP), com quem pude avaliar e conhecer as verdades próximas e sentir as mais distantes.

– Aos Profs. Drs. da Universidade Federal de Lavras, responsáveis pelo Curso de Pós-Graduação “Latu Sensu”, (especialisação) a distância: Plantas Medicinais; Manejo, Uso e Manipulação, com os quais pude avaliar melhor as reais potencialidades científicas deste imenso cabedal de conhecimento humano.

– Aos autores de todos os livros citados na bibliografia, pelo despreendimento de disponibilizarem tantas e tão úteis informações.