Melão-de-são-caetano

Nome cientifico: Momordica charantia L.

Sinonímia: Erva-de-são-caetano; erva-de-lavadeira; fruto-de-cobra; fruto-de-negro; erva-de-são- vicente, melãozinho, fruta-de-sabiá

Composição Química:

Segundo Henri Jumele, contém um princípio amargo. Na Asia descobriu-se a existência de tricosantina, momordinas, triterpenos, esteróis, saponinas, 14 triterpenos glicosidados (momorcórdios dos frutos e sementes), alto teor de ferro assimilável.


Dados para Cultivo

Propagação: planta expontânea, sementes

Espaçamento: planta expontânea, trepadeira

Época de Plantio: planta expontânea

Época Colheita: folha, ramos: ano todo, sementes: frutificação (verão)


Informações Gerais

Contra Indicações:

Não usar durante a gestação pelo seu efeito genotóxico na fase de crescimento e por ter atividade retardante no desenvolvimento do órgãos genitais (sexuais). Suas sementes podem ter atividade imunossupressoras (estudos recentes).

Observações:

A ramagem batida com água pode ser pulverizada nas casas e lugares habitados por animais domésticos para controle de pulgas e larvas de ancilosmídeos que provocam a dermatite larva-migrans.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Estudos recentes mostram que seu extrato alcoólico das folhas e ramos, tem ação de boa atividade como antihiperglicemiante (antidiabética), enquanto seu extrato aquoso apresentou atividade antileucêmica, antitumoral, e antiviral. No Caribe variedades semelhantes as encontradas no Brasil, apresentaram bom uso nas afecções da pele e mucosas, na amenorreia, na diabete, na anemia, e de algumas formas de câncer (ver contra indicação). Especial para enfermidades das vias urinárias. Suas sementes podem ter atividade imunossupressoras (estudos recentes).

Uso Normal:

Usa-se as folhas, via oral, como: purgativa; febrífugo; anti-reumático; anti-helmíntico, hemorroidas, diarreia simples e sanguinolenta, como hipotensor (pressão alta) e hipoglicemiante (diabete). Formas terapêuticas habituais: infuso, decoto, extrato fluído, tintura , xaropes. O princípio amargo que encerra e age como quinina, é usado nas febres em geral, nas dores reumáticas, e o decoto é empregado como anti-helmíntico. Externamente, as folhas são aplicadas contra dores reumáticas e, nas leucorreias, o decoto é empregado em irrigações vaginais. As raízes são usadas como afrodisíaco e para pedra no rim.

Características:

Trepadeira anual, sublenhosa, tendo seu caule bastante longo e ramificado, com folhas recortadas em cerca de 5 lóbulos, que são dentados, flores isoladas, de colora amarela, fruto do tipo cápsula carnosa deiscente, fusiforme, com cerca de 6 cm comprimento, abrindo quando maduro, em 3 partes enrolados para fora, mostrando as sementes de cor vermelho-forte, muscilaginosos e de sabor adocicado. É de origem pan-tropical, principalmente da África e Ásia, aonde ocorrem variedades com frutos grandes subcilíndricos com até 20 cm de comprimento.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: