Garra-do-diabo-

Nome cientifico: Harpagophytum procumbens D.C.

Sinonímia:

Composição Química:

Haspagosídeo e haspagídeo.
Heterosídeos iridóides


Informações Gerais

Contra Indicações:

Casos de hipersensibilidade a planta garra-do-diabo,assim como para pacientes com ocorrência de úlceras gastro-duodenais, intestino irritável e litíase biliar.

Nome Científico: Harpagophytum procubens DC.
Autores: Dr. Degmar Ferro
Ação: Retardo no parto
Autores: Alonso, Bisset, Brinker. (Pharmacia Brasileira – jun/jul 2002)
Ação: Ocitotóxica


Preparo e Conservação

Forma Conservação: DO


Uso Medicinal

Uso Principal:

Indicado como anti-inflamatório [sobretudo no nível da cartilagem],gota, tendinite, protetor da cartilagem e analgésico para quadros reumáticos tais com artrite, artroses, lombalgias, mialgias e demais quadros osteo-mio-articulares. O uso anti-inflamatório crônico da planta parece ser mais ativo do que o uso agudo da mesma.
Fonte: Apsen.

Uso Normal:

Tradicionalmente, esta erva é muito usada na África meridional, de onde é oriunda, para febre, dores de estômago e doença reumática. É também um dos remédios naturais mais validado pela ciência para distúrbios reumáticos e artríticos.

http://www.plantasquecuram.com.br/ervas/garra-do-diabo.html#.VQDW5Y05CwI#ixzz3U7oQDahm

Uso Normal:

Estudos tem mostrado a possibilidade de compostos usando toda a biodiversidade existente nas raízes secundárias [tubérculos] desta planta, serem mais eficientes do que o uso dos isolados dos princípios ativos identificados na mesma.
Fonte: Aspen.

Características:

Descrição : Planta da família das Pedaliaceae. Planta perene muito folhosa, com um sistema radicular ramificado e rebentos prostrados com até 1,5m de comprimento. Folhas pecioladas, lobadas, opostas ou alternas. As partes aéreas da planta secam no inverno. As raízes principais têm seções obtusas quadrangulares, cobertas por uma camada corticeira. As raízes se estendem por 1 ,5 m ao redor da planta e até 6 m de profundidade: As flores solitárias crescem em curtos pedículos na axila das folhas. As pétalas são rosa pálido. As cápsulas da semente são bivalvulares, ovais e achatadas. Têm uma linha dupla de apêndices elásticos, com ganchos em formato de ancora. A cápsula tem até 50 sementes escuras com superfície rugosa,
Habitat: É nativa  deserto de Kallaari e estepes na aníbia, no Sudoeste da África

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: