Ipeca (Ipecacuanha)

Nome cientifico: Psychotria ipecacauanha (Brot.) Strokes

Sinonímia: Ipecacuanha-anelada, poais, ipeca, cipó-emético, poaia-verdadeira, poiais-das-boticas, raiz-do-brasil.

Composição Química: Principais: emetina, cefalina, psicotrina, metilpsicotrina, emetamina, hidroipecamina, ácido ipecacuânico, amido, açúcar, matérias resinosas, mucilagem inosas, pépticas.


Dados para Cultivo

Propagação: Estacas, sementes, segmentos nodais, micro propagação.

Espaçamento: Planta nativa.

Época de Plantio: Planta nativa.

Época Colheita: raiz, principalmente na época que antecede os período de florescimento


Informações Gerais

Contra Indicações:

Efeitos da ipecacuanha.
Em dose fraca: expectorante, em dose mais alta: emético (que estimula o vômito), espasmolítico (na região dos músculos bronquiais), hemostático, adstringente.

 


Uso Medicinal

Uso Principal:

– Remédio da broncopneumonia infantil especialmente (e de adultos).
– Acúmulo de mucosidade na árvore respiratória, que provoca tosse espasmódica.
Pessoas “” irritáveis e que não sabem o que desejam “. Náuseas e vômitos insistentes, que nada consegue aliviar. Poderoso remédio das hemorragias e dos acessos de asma brônquica.
Publicada por Master
Controle de náuseas permanentes, assim como é usada em processos de intoxicação [por exemplo para ingestão voluntária ou acidental [crianças] de grandes quantidades de medicamentos ou componentes tóxicos] para provocar deliberadamente os vômitos no objetivo de esvaziar o aparelho digestivo dos elementos tóxicos [primeira atitude após identificação do acidente principalmente em tentativa de suicídio;
usado na asma brônquica; como expectorante do muco das vias respiratórias, principalmente na parte superior nas partes superiores dos pulmões e brônquios;
usado como emético; como espasmolítico; como adstringente nas diarreias leves.

Características: NATURAL DO NORTE E CENTRO-OESTE DO BRASIL.
Espécie que mede cerca de 35 cm de altura, apresentando caule de 30 de comprimento e 3 mm de espessura; É um arbusto que medra nas matas brasileiras (Amazonas, Goiás, Mato-Grosso), as folhas são ovais, lanceoladas, elípticas, atingindo 5 a7 cm de comprimento, de cor verde oliva.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: