Chuva-de-ouro

Nome cientifico: Cassia fistula L.

Sinonímia: Cassia-imperial, canafístula.
cassia brasiliana, canafista, canafritas, cañafistula, carréfice, purgin g cssia, drumstick tree, cassia nero. [www.plantamed.com.br]

Composição Química:

Compostos antraquinônicos, principalmente reína e senidinas, aminoácidos proteinas, pectinas, mucilagem, lupeol, flavonóides, açúcares.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes e mudas

Espaçamento: árvore ornamental

Época de Plantio: planta ornamental: ano todo com irrigação

Época Colheita: raiz: ano todo, folhas: período vegetativo, flores e frutos: primavera-verão


Uso Medicinal

Uso Principal:

Em ensaios de animais em laboratório, os extratos das raízes mostraram-se eficientes em casos de atividade antimicrobiana e antidiabética.

Uso Normal:

Uso dos frutos já tem 1 século de uso popular. A polpa dos frutos, folhas e flores são usadas para: como laxante ou até purgante (sendo que seu efeito depende da dose empregada), folhas para problemas de pele (externamente), frutos para aliviar dores do reumatismo, raízes como purgativas, e tônicas.

Características:

Nativa da Índia, com copa irregular, bastante ramificada com ramos esparsos, folhas compostas, pinadas, com folíolos com forma ovalada, glabros, flores amarelas, altamente ornamentais, bonitas, daí seu nome popular, grandes racemos na forma de pêndulos, com frutos tipo vagem, longos, sem deiscência, cilíndricos, pretos quando maduros, com sementes achatadas enfileiradas, com polpa escura com sabor adocicado mas muito desagradável. É da família das leguminosas, e pode substituir parcialmente o uso da sene em prisão de ventre.
A Chuva-de-Ouro é árvore nativa aqui do Brasil e pertence à família das leguminosas e devemos lembrar que não se trata da Cassia fistula que é exótica.

Esta é a Cassia ferruginea que também recebe os nomes canafístula, canafrista e tapira coiana. Seu porte é grande podendo atingir 8 a 15 metros com copa arredondada. Suas folhas são pinadas com folíolos verde claro e aveludados. Apresenta floração espetacular produzindo grande quantidade de cachos pendentes formados por flores amarelas e muito perfumadas . Estes cachos medem aproximadamente 20 cm de comprimento e o perfume agradável é percebido de longe. Seus frutos são vagens cilíndricas , longas , em cujo interior estão alojadas as sementes distribuídas em compartimentos.
Além de excelente árvore ornamental sua madeira também tem várias utilidades principalmente para obras internas. Também é usada em reflorestamento de áreas degradadas , apresenta bastante rusticidade e seu crescimento é relativamente rápido.
No paisagismo brasileiro vem sendo usada ainda em pequena escala. Devido ao tamanho e peso de suas vagens deve ser Plantada em parques, bosques e jardins de grandes extensões, preferencialmente afastada de residências e estacionamentos. Tambem é indicada para plantio em alamedas em entradas de propriedades.
Seu cultivo é bastante fácil podendo ser plantada em covas de 50 cm. de diâmetro por 50 cm. de profundidade juntando 20 litros de esterco de curral mais 300 g. de superfosfato simples. Depois de 3 meses do plantio já pode ser adubada com NPK 10-10-10 na proporção de 50 gramas aplicadas ao longo do diâmetro da cova, repetir a cada 3 meses aumentando a quantidade de adubo de acordo com o desenvolvimento da planta. Depois que a planta atingir 3 a 4 metros não é necessário adubar com tanta freqüência
[www.fazendacitra.com.br]

Foto:

Foto 2:

Foto 3: