Alfavaca-cheirosa (Basilicão)

Nome cientifico: Ocimum basilicum

Sinonímia: Alfavaca, alfavaca-da-américa, alfavaca-da-américa, alfavaca-de-vaqueiro, alfavaca-do-mato, alfavacão, basílico-grande, basilicum-grande,,erva-real, folhas-largas-dos-cozinheiros, manjericão, majericão-da-flor-branca, majericão-dafolha-larga, manjericão-de-molho, manjericão-doce, manjericão-grande, quioquiô, remédio-de-vaqueiro. Fonte:Lorenzi.

Composição Química: Taninos, flavonoides, saponinas, cânfora, e no óleo essencial: timol, metil-chavicol, linalol, eugenol, cineol, pireno.
Lorenzi.


Dados para Cultivo

Propagação: Sementes e estacas.

Espaçamento: 40x40 cm.

Época de Plantio: Verão chuvoso.

Época Colheita: Folhas e flores, estado de inflorescência [início].


Informações Gerais

Contra Indicações:

Não usar nos 3 primeiros meses de gravidez.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Alivia espasmos abdominais, baixa a febre e melhora a digestão, efetiva contra infecções bacterianas e parasitas intestinas, estimulante digestivo, antiespasmódico gástrico, galactógeno, béquico, anti-reumático, problemas hepáticos, vesícula biliar, gases intestinais [infusão de folhas e inflorescências picadas, 1 colher de sopa em uma xícara de chá, antes das refeições][adoçando com mel esta infusão para problemas respiratórios ou em bochechos para problemas da boca em gargarejos].
Fonte: Lorenzi

Características: Nativo da Ásia tropical introduzido no Brasil pela colonia italiana. Subarbusto aromático, anual, erecto, muito ramificado, de 30-50 cm altura, folhas simples, membranáceas, com margens onduladas e nervuras salientes, de 4-7 cm comprimento. Flores brancas, reunidas em racemos terminais curtos. Multiplica-se por sementes e estacas. Existem cultivares de folhas arroxeadas para uso ornamental.
Fonte Lorenzi.