PREVENÇÃO DE DOENÇAS COM A DIETA

Receita 1:

Alimentos que são verdadeiros medicamentos
Publicação: 02/03/2005 08:15

Nutricionistas alertam para a importância de uma alimentação saudável no combate de diversas doenças e do envelhecimento precoce. Estimativas feitas pelo Instituto Nacional do Câncer mostram que um terço dos casos de câncer estão relacionados a dietas inadequadas. Pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos revela também que o hábito de comer vegetais ricos em vitamina C diminui em 13% o risco de enfartes.

Ingerir diariamente alimentos ricos em substâncias antioxidantes, como cenoura, espinafre, couve-flor, frutas cítricas e mamão, é, de acordo com Marilane Dionísio, coordenadora de nutrição do Hospital Barra DOr, no Rio de Janeiro, uma ótima dica para manter a saúde em dia e espantar o envelhecimento precoce. “Esses alimentos inibem e retardam o efeito degenerativo dos radicais livres, grandes vilões do organismo”, diz. Segundo a especialista, em excesso, os radicais livres podem acelerar o envelhecimento, além de favorecer o surgimento de enfermidades como o câncer, catarata, osteoporose, anemia, infarto, diabetes, doenças neurológicas e cardiovasculares, entre outras.

Alguns fatores externos, como a poluição, fumo, álcool, sol em demasia, distúrbios do sono, estresse, drogas, alterações constantes do peso e excesso de atividade física, contribuem para o aumento de radicais livres e causam alterações na aparência da pele. “Para minimizar os efeitos maléficos dessas substâncias no organismo, é essencial ter uma alimentação equilibrada e rica em vegetais, leguminosas, cereais e hortaliças; caminhar diariamente; evitar longas exposições ao sol; eliminar o fumo; restringir o uso de álcool; e evitar o estresse físico e mental”, enumera a Dra. Marilane.

Além das complicações causadas por fatores externos e estilos de vida inadequados, outro motivo de preocupação para as nutricionistas é a alimentação pobre em vitaminas, proteínas, minerais e fibras e com altos teores de gordura feita por um grande número de pessoas, em especial crianças e adolescentes. “Para revertemos esse quadro, é necessário que a população mude seus hábitos alimentares e reflita sobre a sábia frase dita por Hipócrates há cerca de 2500 anos atrás: “Let food be the medicine and medicine be the food”, que, resumidamente, quer dizer: “faça do alimento o seu medicamento”.

Alimentos do Bem

– Vitamina C: Desempenha importante papel na proteção do organismo contra as infecções e é um poderoso antioxidante neutralizador dos radicais livres. Auxilia também na absorção intestinal do ferro, reforça o sistema imunológico e auxilia na redução dos níveis de triglicerídeos e colesterol. A vitamina C também participa no metabolismo do cálcio, sendo ainda importante na saúde das gengivas e dentes. É encontrada em grande quantidade nas frutas cítricas e vegetais verde escuros (laranja, limão, lima, acerola, caju, kiwi, morango, couve, brócolis, tomate, etc).

– Vitamina E: É um potente antioxidante, revitalizando as células e tecidos orgânicos, além de contribuir na redução da hipertensão arterial e dos níveis colesterol. Protege os pulmões de agentes poluentes, potencializa o sistema imunológico e previne distúrbios do sistema reprodutor masculino e feminino e do aparelho visual. É encontrada principalmente no germe de trigo (fonte mais importante), óleos de soja, arroz, algodão, milho, girassol, amêndoas, nozes, castanha do Pará, gema de ovo, vegetais folhosos e legumes.

– Beta-caroteno: Estudos pioneiros indicam que o beta­caroteno ajuda no combate de distúrbios dermatológicos, reforçando, ainda, o sistema imunológico e cardiovascular. É encontrado em vegetais verde-escuros e amarelo-alaranjados.

– Selênio: É um mineral essencial que, em conjunto com a vitamina E, atua como antioxidante, protegendo as membranas celulares e preservando a elasticidade dos tecidos. No combate aos radicais livres, retarda os processos de envelhecimento da pele e