Candidíase [plantas que ajudam controlar a ] -[controlam o iodo]

Receita 1:

A recomendação diária para iodo é de 0.15 a 0.20 mg. Mas pesquisadores atentos como o professor José Luiz Garcia, de SP, observam que a dose satisfatória de iodo na alimentação deveria ser pautada pelo consumo japonês, que é quase 100 vezes isso: 15 a 18 mg de iodo diários. Essa alta dosagem pode ser facilmente obtida pelo consumo diário de algas kombu, ágar-ágar, arame ou hijiki (veja receita abaixo). Corresponde a 2 a 3 gotas de iodo em solução de Lugol (5% de iodo, 10% de iodeto de potássio e 85% de água). O iodo é um poderoso fungicida, e a alga kombu também. Daí sua extrema importância na candidíase.  Melancia, pera, e assim mesmo só no intervalo entre as refeições, nunca de sobremesa; muito limão pra pingar na água, nas saladas e verduras manteiga sem sal para colocar no seu ovinho e derreter sobre os seus legumes. A manteiga é tida pelos médicos ayurvedas como uma gordura de ótima qualidade, desde que, evidentemente, seja de boa procedência e não esteja rançosa – só compre fresquinha e guarde na geladeira, numa embalagem que impeça a entrada de ar e o contato com a luz

The Candida Albicans Yeast-Free Cookbook, Pat Connolly & alter, Keats Publishing, Connecticut,1985.

Receita 2:

Há um efeito chamado die off ou reação de Herxeimer depois de se usar o óleo de coco por um tempo: o lixo que chega à corrente sanguínea e produz certo mal estar antes de ser eliminado pelos intestinos e rins.
Mais uma razão para beber bastante água, com gotinhas de limão. Você pode fazer o óleo em casa a partir do leite de coco fresco, que deixa fermentar por 36 horas. O creme oleoso sobe, você retira com uma colher e leva ao fogo em banho-maria (ou seja, o creme fica dentro de uma vasilha que por sua vez está dentro de uma panela com água fervendo) para ele acabar de “limpar”. É útil inclusive para passar na vulva e na vagina com pouco sal, já que sua dieta será muito rica em sódio devido às proteínas animais; não convém fazer retenção de líquidos por excesso de sal; pepino e melancia refrescam e ajudam o corpo a eliminar água, o que é ótimo, já que você precisa se desintoxicar. Depois de comer a melancia, corte a casca, ferva e tome como chá. É um poderoso diurético, tanto que não deve ser tomado à noite para não perturbar o sono água, muita água, se possível de fonte, para você evitar a contaminação da que vem pelos canos e os fungos que talvez povoem a talha ou o filtro ; para o fígado são essenciais, já que você está matando fungos a torto e a direito e é o fígado quem lida com os restos; camomila é especialmente indicada contra cândida; suplementos também são muito importantes, uma vez que a sua dieta será restrita; sua médica poderá lhe dizer a fórmula, que deve conter ferro, cobre, zinco e selênio quelados, complexo B (com ênfase na vitamina B6/piridoxina), vitaminas C, E e betacaroteno. A biotina, uma das vitaminas do complexo B, ajuda a evitar a conversão da levedura em fungo invasivo; pólen de abelhas contém muitos nutrientes, inclusive proteínas, e pode ser a base de um lanchinho: coma 1 colher de sopa, deixando dissolver devagar na boca iogurte desnatado, natural, artesanal, que você pode comprar em embalagem de litro, se na embalagem estiver escrito “contém lactobacilos vivos”, ou fazer em casa com leite desnatado e lactobacilos encontráveis em lojas de produtos naturais (Rich é uma boa marca, ou use as cápsulas importadas que contenham acidófilos e bífidas)
Iogurte não é coalhada
Coalhada é o leite cru que acidifica e coalha naturalmente, quando deixado fora da geladeira, pela ação das bactérias do ar; iogurte é feito do leite que se ferve (mexendo sempre para não grudar na panela), depois se deixa arrefecer até mais ou menos 50 graus para então dissolver o pacotinho de lactobacilos. Se você não tem um termômetro, pode medir a temperatura com o dedo (lave o dedo!) – o leite deve estar nem tão quente que queime o dedo, nem tão morno que possa mexê-lo. Ou seja, numa temperatura “esperta”. O resto da receita está na embalagem dos lactobacilos, e de cada feitura de iogurte você guarda meia xícara para inocular a próxima. A coalhada também pode ser excelente para controlar a cândida. Ou não. Olho vivo: iogurte comercial só serve se estiver escrito que contém cultura viva de lactobacilos. (Yakult> Tem lactobacilos mas também tem tanto açúcar que não adianta quase nada); procure fazer 6 pequenas refeições ao longo do dia: desjejum, lanche, almoço, lanche, jantar, ceia.
Coma pequenas quantidades para não sobrecarregar o sistema digestivo. Isso produziria muco, que os fungos adoram

The Candida Albicans Yeast-Free Cookbook, Pat Connolly & alter, Keats Publishing, Connecticut,1985