ANEMIA; ABÓBORA AJUDA (Ferro baixo) ++

Receita 1:

Abóbora no combate à anemia
Publicação: 06/02/2006 23:14
Um estudo desenvolvido na Embrapa Hortaliças, em Brasília (DF), apresentou os brotos de abóbora como boa fonte alternativa de ferro, no tratamento da anemia ferropriva, enfermidade que afeta mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo. Os teores desse nutriente foram avaliados em plantas aos 40, 47 e 54 dias após o transplantio.

O estudo, realizado por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, verificou que o teor mínimo de ferro estimado em 100 gramas de matéria seca de brotos foi de 18,01 miligramas. Uma pessoa em condições normais de saúde necessita de uma dose diária de 15 miligramas de ferro.

Segundo o pesquisador Antônio Francisco de Souza, a deficiência de ferro no organismo humano está relacionada com a anemia ferropriva, que afeta mais de um bilhão de pessoas no mundo, principalmente mulheres em idade fértil e crianças em idade pré-escolar. Para o pesquisador, o consumo de brotos de abóbora pode ser uma boa alternativa para a segurança alimentar no Brasil.

“As abóboras são hortaliças de significativo valor nutricional e socioeconômico nas diferentes regiões brasileiras. Elas se destacam por sua riqueza em pró-vitamina A, que pode ser convertida em vitamina A pelo organismo humano, e ainda possui expressivo conteúdo de fósforo e cálcio”, afirma o pesquisador ao ressaltar que esta hortaliça pode ser cultivada em quase todas as regiões do País.

Souza afirma ainda que a ponta mais tenra de ramas da planta de abóbora é conhecida popularmente por cambuquira, tradicionalmente consumida nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Segundo o pesquisador da Embrapa Hortaliças, esses brotos de abóbora cozidos podem ser elaborados sob a forma de salada ou sopa.

Ele informa ainda que a coleta dos brotos não impede a produção dos frutos de abóbora, uma vez que o volume de brotos retirados representa um percentual pouco significativo em relação ao total de massa fresca durante o ciclo produtivo da cultura. No entanto, o pesquisador alerta para a importância de respeitar o período de carência de aplicação de defensivos agrícolas para preservar a qualidade dos brotos e evitar a possibilidade de intoxicação por agrotóxicos.
Fonte: A Tarde
2008 ZooNews | Todos os direitos reservados