Ovário: obstrução; infertilidade, SOP (ajuda nos sintomas)

Plantas Relacionadas na Literatura : Chicória  .
Sintomas e Causas :
Ovogênese e degeneração de folículos ovarianos Priscila Biancovilli O estudante Marcelo Neves de Medeiros, do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, defende sua tese de doutorado “Ovogênese e degeneração de folículos ovarianos induzida pela resposta imune em Rhodnius prolixus”, sob orientação do professor Ednildo de Alcântara Machado, no prédio do Centro de Ciências da Saúde (ilha da Cidade Universitária), bloco G, 1º andar, sala 22. Neste trabalho caracterizou-se uma biblioteca de cDNA (DNA complementar) gerada a partir de folículos ovarianos do inseto Rhodnius prolixus, e estudou-se o mecanismo de repercussão de um processo infeccioso na degeneração de folículos imaturos. O transcriptoma revelou um grande número de transcritos desconhecidos, além de várias sequências relacionadas à síntese, processamento e exportação de proteínas, diferenciação de gametas e sinalização celular. O perfil de expressão em estágios distintos da ovogênese foi determinado para sequências selecionadas. A avaliação celular e molecular da atresia (obstrução) mostra que a degeneração dos folículos ovarianos vista na infecção artificial por Aspergillus niger é mediada pela resposta imune e não pelo metabolismo ativo do fungo, apontando a PGE2 como molécula de comunicação entre a imunidade e o distúrbio da ovogênese neste inseto modelo. O controle da ovogênese em diferentes insetos modelo é comparado e o papel da adaptação do hospedeiro na queda do potencial reprodutivo durante a infecção é discutido.
Cistos no ovário podem acarretar um distúrbio na ovulação? Sim, podem.
A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) que consiste em uma desordem na ovulação afeta 4-6% de todas as mulheres. As principais características desta Síndrome são: ciclo menstrual irregular ou ausente; hirsutismo (aumento de pêlos) e acne, devido a níveis altos de hormônios masculinos; obesidade e ovários aumentados, com grande quantidade de cistos. Mulheres com SOP normalmente são inférteis devido ao distúrbio ovulatório. Regularizar o ciclo menstrual com tratamentos, aumenta as possibilidades de gravidez. Para tanto, várias drogas poderão ser usadas (citrato de clomiphene, bromocriptina, gonadotrofinas). A perda de peso é fortemente aconselhada. Em muitos casos o ciclo ovulatório será regularizado após estes tratamentos. Além disso, alguns estudos têm demonstrado que a punção dos cistos ou eletrocoagulação dos ovários policísticos, por via laparoscópica, poderá determinar a regularidade do ciclo menstrual.
Fonte
Maria Cristina Santoro Biazotti, M.D.; PhD Centro de Medicina reprodutiva www.semion.med.br
Tratamentos Propostos :
Segundo Dr. Degmar: usar: Taiuiá (Trianosperma tayuya), tubérculo, Tuia (Thuya occidentalis), folhas; Vitex (Vitex agnus-castus); Agoniada (Plumeria lanciofolia); Algodãozinho-do-cerrado (Cochiospermum regium), raiz, quando com inflamação; Velame (Crotn campestris), raiz,
. Segundo Dr. Degmar, as plantas seguintes tem ação preventiva sobre tumores (cancerígenos), ou podem ser coadjuvantes em diversos tipos de neoplasia: Fáfia (várias) ( Pffafia spp), rizomas, decocto; Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae), (pois tem quinona, lapachol), entrecasca, decocto; Taxus brevifolia , pois tem diterpeno taxol, que foi aprovado pelo FDA-EEUU, Aveloz (Euphorbia tirucalli), látex in natura, dose baixa; Vinca, pervinca (Catharanthus roseus), alcalóides vinbrastina e vincristina; Unha-de-gato (Uncaria tormentosa), Chá verde (Camellia sinensis), pois tem flavonóides com efeitos preventivos; Túia (Thuya occidentalis), folhas, diluições da tintura; Visco (Viscum album ), planta toda, infuso; Brócolis (Brassica oleracia var. Botrytis cymosa), ação preventiva; Cajuru (Arrabidea chica), folhas, infuso; Batata-infalível (infalível) (Mandevilla velutina), tubérculo, decocto, tintura; Inhame-diversas espécies, (Dioscorea spp); Zedoária (curcuma zedoaria), folhas, rizoma, infuso, decocto, (estudos experimentais sobre câncer do cervix uterino); Vinca (rosa) (Catharantus roseus), que contem vincristina e vimblastina; Espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), contendo pristimerina e maitenina, folhas, infuso; Alho (Allium sativum), bulbo, como preventivo; Gravioleira (Annona muricata), folhas, infuso, contendo aceto acetogeninas, potente ação contra tumores em geral, principalmente no cólon; Açafrão (Crocus sativus)(Curcuma longa), rizoma, decocto, câncer de cólon, mama, colo uterino; Giné, pipi, piti, (Petiveria alliacea), folhas, infuso, contendo derivados benzênicos, aplicada na leucemia linfocítica; Bétula (Betula alba), córtex, ácido betulínico, melanoma; Nespeira, ameixa amarela (Eryobotrya japonica), folhas jovens, infuso.
Teles: para maiores detalhes consultar cada planta isoladamente no cadastro próprio, neste Portal, e avaliar seu uso com seu médico.
.

Tratamentos Fitoterápicos Propostos

Dieta e Cuidados Recomendados :
Segundo Abdalla: comer durante 2 dias somente melão (no início do tratamento). Tomar: lecitina de soja (2 caps./dia) nas refeições; levedo de cerveja (4 comp./dia); antes das refeições; óleo de germe de trigo (2 caps./dia) entre as refeições. Banho vaginal: 0,5 litro de água, 3 colheres de cavalinha (Equicetum arvense). Ferver por 5 minutos. Fazer banhos duas vezes por semana

Segundo Abdalla: comer durante 2 dias somente melão (no início do tratamento). Tomar: lecitina de soja (2 caps./dia) nas refeições; levedo de cerveja (4 comp./dia); antes das refeições; óleo de germe de trigo (2 caps./dia) entre as refeições. Banho vaginal: 0,5 litro de água, 3 colheres de cavalinha (Equicetum arvense). Ferver por 5 minutos. Fazer banhos duas vezes por semana.