Inflamação da bexiga ; cistite simples; trato urinário ]]}}

Plantas Relacionadas na Literatura : Cardo-santo (Cardo-mexicano) +, Pepino ++ SF, .
Sintomas e Causas : Infecção Urinária e Cistite Infecções urinárias são muito frequentes e podem acometer homens e mulheres de todas as idades. Podem ser simples e de fácil tratamento, como a maior parte das cistites, ou graves e resistentes como alguns tipos de infecções que podem acometer os rins e a próstata. Os sintomas associados às infecções urinárias podem incluir dificuldade ou dor para urinar, aumento do número de micções, dor abdominal baixa ou na região dos rins, febre e alterações do aspecto e cheiro da urina. Nem sempre todos estes sintomas estão presentes e por vezes a infecção urinária pode ocorrer sem nenhum destes sintomas. A febre e mal-estar geralmente ocorrem em infecções que acometam os rins (pielonefrites) ou a próstata (prostatite aguda). O diagnóstico e tratamento das infecções urinárias baseia-se na história clínica e em exames de laboratório. Por vezes é necessária a realização de exames radiológicos para melhor definição do diagnóstico. Por serem as infecções urinárias mais frequentes, discutiremos detalhadamente vários aspectos das cistites: O QUE É A CISTITE SIMPLES? O TRATO URINÁRIO O trato urinário é composto por: Rins, que produzem a urina Ureteres, que transportam a urina formada nos rins para a bexiga Bexiga, que armazena a urina Uretra, que transporta a urina armazenada na bexiga para fora do corpo. A cistite simples é a inflamação da bexiga causada por uma infecção bacteriana. Embora pessoas de todas as idades e ambos os sexos possam ser afetadas, mulheres em idade fértil e idosas são as mais frequentemente acometidas. OS SINTOMAS DE CISTITE INCLUEM: Sensação de queimação quando urina Vontade frequente ou urgente de urinar Sangue na urina Dor sobre a bexiga ou na vagina Outras causas relativamente comuns de inflamação na bexiga (cistite) incluem alguns medicamentos e radiação aplicada à região pélvica. DIAGNOSTICANDO A CISTITE SIMPLES O diagnóstico de cistite simples é feito baseado no quadro clínico. O exame de urina poderá ser útil em alguns casos mas nem sempre é necessário. Este teste simples examina a urina procurando bactérias, sangue e pus. Um exame um pouco mais sofisticado é o de cultura de urina e pesquisa da sensibilidade da bactéria a vários antibióticos. COMO TRATAR A CISTITE SIMPLES? A cistite simples é tratada com antibióticos. Eles impedem o crescimento e ajudam a matar as bactérias que causam a infecção. Geralmente recomenda-se o tratamento por um período de 3 a 7 dias. Se sua infecção é mais séria ou causada por uma bactéria mais resistente pode ser necessário um período maior de tratamento. É muito importante que você tome todo o medicamento prescrito pelo seu médico. SUGESTÕES PARA PREVENIR A CISTITE SIMPLES Você pode tomar várias medidas para ajudar a prevenir cistite, incluindo: Urinar logo após as relações sexuais Evitar produtos que possam irritar a região da uretra e vagina, como duchas, espermicidas, diafragma, desodorantes, etc. Urinar pelo menos a cada 4 a 6 horas durante o dia Procurar tratamento com seu médico se você tem” incontinência urinária” Beber uma boa quantidade de água diariamente Usar roupas íntimas de algodão Limpar-se com papel higiênico da frente para traz para não contaminar a vagina com bactérias do períneo e região peri-anal. DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE AS CISTITES Ao contrário das doenças sexualmente transmissíveis, a cistite simples não é contagiosa. O uso de diafragmas pode predispor á ocorrência de cistite em algumas mulheres. O uso de estrógenos pode ajudar a diminuir os episódios de cistite apenas em mulheres na menopausa que apresentem deficiência estrogênica e atrofia e diminuição dos mecanismos naturais de defesa da vagina. Seu urologista ou ginecologista poderá orientá-la a este respeito Café, refrigerantes e álcool podem atuar como irritantes vesicais e levar a sintomas semelhantes aos das cistite, principalmente micções frequentes e urgência. Porém, não causam infecção bacteriana. Algumas mulheres podem apresentar uma frequência alta de episódios de infecção urinária. Contribuem para isto fatores genéticos e imunológicos bem como aspectos de virulência das bactérias envolvidas. Em alguns casos, fatores como mal esvaziamento da bexiga, presença de pedra nos rins ou defeitos de nascença podem ser a causa. Se você tem episódios recorrentes de cistite procure seu urologista para investigação e prevenção
Tratamentos Propostos : Indicação especial: Angico vermelho, entrecasca, decocto, uso interno, uso interno, planta toda, decocto, tintura, cps do pó, 3 vezes ao dia, Carqueja-hortense (Baccharis genistelloides), [ver dados da planta]; tomar Curcuma [Curcuma zedoaria; Hidrastis brasiliensis] (decocto a 10%); muito eficiente nas inflamações: Rosa-branca (ver dados); poderoso anti inflamatório genérico: Taiuiá (Tayuya spp); planta antiinflamatória por excelência: Tanchagem (Tansagem) (Plantago major ou Plantago minor); tomar composto Dirceu Depur, e aplicar Ungüento no local. No caso de preparados na forma aquosa usar: até 2 anos: 1 gota/kg; de 3 anos à 7 anos: uma colher de café; de 7 até 12 anos: uma colher de chá; mais de 12 anos: uma colher de sobremesa. Em todas as idades, usar 3 vezes ao dia. No caso de usar na forma de cápsulas contendo pó seco e moído da mistura de plantas indicadas ou de uma planta, tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições,”em estado de fome”, [prática que pode ser usada nas formulações aquosas] ou quando se fizer necessário.