Hemorragias pós-parto (ajuda emergencial)

Plantas Relacionadas na Literatura : Algodoeiro [arbóreo] [mocó], Catinga-de-mulata , Cavalinha  .
Sintomas e Causas : Perdas de sangue pela região da vagina, depois da prática de um parto (ou aborto). Dado a gravidade do assunto indicamos algumas alternativas fitoterápicas para serem tomadas enquanto se procura um pronto-socorro para avaliação médica e decisões urgentes para estancar a hemorragia.

Tratamentos Propostos : Dirceu {dirceu@paz.org.br}, uso interno, chá da planta toda, Cavalinha (Equicetum arvense ou outra do mesmo gênero), associada com Milirramas (Achilea milifolium), folhas,ou Catinga-de-mulata (Tanacetum vulgare)que tem a mesma função terapêutica hemostática [50% de cada uma], sendo muito eficaz para hemorragias internas de diversos tipos; ver dados das plantas; em hemorragias vaginais, associar: em partes iguais 33% de cada: o Composto Útero-ovário (fonte Dirceu), Cavalinha, Milirramas; contudo se não ocorrer a interrupção da hemorragia em pouco tempo, procurar recursos médicos imediatamente, pois a situação pode ficar incontrolável. Indicação Dirceu hemorragias internas de todo tipo: Erva-de-bicho (Poligonum acre), [existem basicamente três espécies reconhecidas popularmente: canela-branca, canela-vermelha, e canela-roxa sendo esta última a ideal, podendo ser usada internamente e externamente na forma de pomada];
[Teles: as plantas: Milirramas (Achilea millifolium) e Catinga-de-mulata (Tanacetum vulgare) são as plantas que possuem boa indicação nas hemorragias internas e externas(plantas hemostáticas).Dr. Degmar: plantas que diminuem o risco de hemorragias: Tanchagem (Plantago major), folhas, infuso, tintura, pó; Milirramas (Achillea millifolium), planta toda, decocto, infuso; Bolsa-de-pastor (Capsella bursa-pastoris). Segundo: Alimentos Saudáveis & Alimentos Perigosos – Reader´s Digest, pode ser proveniente da deficiência de: vitamina K a coagulação anormal.