Colesterol e triglicérides altos – Dislipidemia; crianças, mulheres, idosos ]]}}}

Plantas Relacionadas na Literatura : Abacateiro, Alcachofra, Alfafa, Feijão ++, Urucum, .
Sintomas e Causas : As altas taxas de colesterol (ou suas funções LDL, VLDL) e triglicérides, determinam disfunções denominadas Dislipemias. Valores normais (Sanches & Sanches S/C Ltda): Colesterol total: menor que 200 mg/dl (nível desejável), Triglicérides: abaixo de 200 mg/dl (nível desejável), HDL: abaixo de 40 mg/dl, LDL: abaixo de 130 mg/dl, VLDL: abaixo de 40 mg/dl. ———————————————— Dr. Protásio Lemos da Luz é médico cardiologista. Professor e pesquisador trabalha no Incor, Instituto do Coração de São Paulo. Entrevista para Dr. Varela. Colesterol elevado em crianças, mulheres e idosos Drauzio – Você poderia abordar sumariamente o problema do colesterol nas crianças, adolescentes, mulheres e pessoas de idade? Protásio – Vamos começar pelas crianças e adolescentes. Se pertencem a famílias que já apresentaram alguma doença cardiovascular ou com alterações genéticas de hipercolesterolemia, o que é raro, devem ser analisados muito precocemente. É preciso medir os níveis de lípides e de colesterol. Ultra-som da artéria carótida é uma indicação simples e não invasiva para verificar se há ou não uma doença já instalada. Fora desses grupos, em geral, adolescentes não vão apresentar problemas e passarão a ser analisados quando adultos. Em relação às mulheres, existe um conceito fundamental que pouca gente conhece. A principal causa de morte no sexo feminino, maior do que os cânceres ginecológicos ou qualquer outra doença, é o acidente cardiovascular. Por isso, ela precisa dos mesmos cuidados que os homens especialmente depois da menopausa. Em certas circunstâncias, a evolução da doença na mulher é pior porque as alterações aparecem mais tarde, quando a probabilidade de serem diabéticas e/ou hipertensas é maior. Nos idosos, a causa mais freqüente de morte também é a cardiovascular, mas muitos chegam aos 70, 80 anos sem grandes alterações de lípides e sem doença cardiovascular. Para esses não há por que indicar condutas rigorosas, penalizando-os com restrições desnecessárias. No entanto, se o indivíduo tiver lípides francamente alterados, sobretudo se estiverem associados a outros fatores de risco como hipertensão, fumo e diabetes, ou se já tiver sofrido acidente cardíaco ou cerebral, precisa de tratamento. Nesses casos, não há regra geral. Cada pessoa deve ser analisada individualmente, sabendo que o colesterol aumentado é um componente importante da principal causa de morte nesse grupo etário.
Tratamentos Propostos : Sergundo Dirceu (dirceu@paz.org.br), colocar 50 grãos de Urucum em 1 litro de água e ferver durante 2 minutos. Tomar 100 ml 3 vezes ao dia. Tomar 200ml de água de coco batida com meio mamão papaia em jejum pela manhã. Tomar Omega3 e óleo de Alho 500mg (ver informações gerais da doença Cardiopatia). Também segundo Dirceu, tomar a fórmula OBE-COL-TRI ou as plantas: carqueja, alcachofra, bardana, alho, berinjela, urucum-sementes, abacateiro, jaca, hortelã, malva. Doses: nas formulações aquosas: adultos: uma colher de sobremesa, usar 3 vezes ao dia. Na forma de pó seco da planta encapsulado: tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia, 10/15 minutos antes das refeições, “em estado de fome ” (prática também útil nas soluções aquosas), ou quando se fizer necessário. Indicação especial: Alcachofra, uso interno, folhas, decocto, infuso, cps com pó; Hortelã (Mentha piperita). Segundo Dr. Degmar: plantas que atuam na redução de colesterol no sangue: Alcachofra (Cynara scolimus), folhas, infuso, cps do pó, Alho, cps do óleo ou o bulbo cru nas refeições, Fuccus (Fuccus vesiculosos), planta toda, infuso, Curcuma, ou açafroeira, (Curcuma longa), rizomas, tintura, cps do pó, Cardo-mariano (Sylibum marianum), planta toda, exceto sementes [pois podem ser tóxicas], infuso, Sucupira (Bowdichia virgiloides), óleo da semente; Beringela (Solanum melongena), extrato seco ou cru com suco de laranja ou chá, Salsaparrilha (Smilax spp), raiz, tintura, decocto, Caramboleira (Averrhoa carambola), folha, infuso, Nogueira (Juglans spp), folhas, infuso, Urucum (Bixa orelana) sementes em água por 24 horas, ou chá das sementes na dose de 2-3 colheres de sopa das sementes/litro de água sem cloro, Ginema (Gymnema sylvestris), útil nos casos de dislepmias associadas com diabetes – rica em saponinas que seqüestram o colesterol na luz intestinal, Aveia (Medicago sativa), flocos de aveia bem finos, Chá-verde ou Chá-preto (Camelia sinensis ou Thea sinensis), pela ação de suas catequinas – comprovado por estudos clínicos, evita a oxidação do LDL-colesterol. Fazer uso de Carvão-vegetal-ativado, própulis, tintura, fosfatidilcolina, licetina de soja, chitosana, sulfato de condroitina, geléia real, sementes cruas de linhaça ou óleo de linhaça- 1 colher de sopa/dia, ômega-3, Gogumelo do imperador (Ganoderma lucidum)- dose de 2 cps de 350mg, 3 vezes ao dia.Dr Dirceu, recomenda o uso interno do seu composto denominado: OBESIDADE, COLESTEROL, TRIGLICÉRIDES,[OBE-COL-TRI], com as seguintes plantas: abacateiro, folha; alcachofra, folha, flores; alho, “dentes secos”; bardana, folha, raiz; berinjela, fruto, folha; carqueja, folha; hortelã, parte aérea; jaca, caroço; malva, folha, flor, urucum, semente. Posologia: se
Dieta e Cuidados Recomendados : Segundo Abdalla: cortar margarinas, manteigas, todos os tipos de carne vermelha, frituras, refrigerantes (mesmo diet, pela cafeína), doces, massas, todos tipos de gordura inclusive chocolate. Evitar estresse. Fazer meditações 3 vezes ao dia, comer aveia bem fina (Oat Braen ) misturada com leite desnatado pela manhã. Ingerir muita fibra (aveia, farelo de trigo e arroz, granola, centeio, sementes de linhaça não torrada, verduras, legumes fibrosos. Preferir azeite de oliva (extra-virgem) e óleo de canola, peixes de água salgada (salmão, sardinha, cavalinha, atum), castanha-do-pará (que tem alto teor de selênio e é antioxidante). Evitar: alimentos gordurosos de qualquer tipo, carnes (menos alcatra, peito de frango sem pele, lagarto), queijos,(menos ricota), ovos (gemas, creme de leite, leite gordo). Conceitizar o paciente da extrema necessidade do tratamento emocional/espiritual como o maior aliado do medicamento, com a reforma dos pensamentos, plena aceitação da doença como corrigenda do nosso comportamento e atitude mental. Este desiquilíbrio tem muitas vezes uma profunda correlação com maus hábitos alimentares, influência genética, e desiquilíbrio emocional, daí a importância do tratamento do emocional concomitantemente. Dr.:Degmar: Fazer exercícios regularmente e manter o peso dentro da faixa ideal de massa corporal (peso/quadrado da altura deve ser menor que 25). Nutracêutica (Ferro e Camilo), PREFERIR: leite desnatado, coalhada, queijo branco, ricota, iogurte, carnes magras (alcatra, lagarto, patinho, frango sem pele, sempre assadas, ensopadas ou grelhadas), peixes (atum, sardinha fresca, pescada), frutas (exceto as citada para evitar), sempre com estômago vazio, soja e derivados, picolé de frutas, barra de cereais, gelatina, suco de frutas recomendadas, gelatina, aveia, pão integral, batata cozida, azeite de oliva extra-virgem, alho, cebola, berinjela, verduras frescas, legumes frescos, legumes refogados, arroz integral, arroz parboilizado, feijões, lentilhas, ervilhas, grão de bico. Cozinhar se possível com óleo de canola, girassol ou milho e não reutiliza-lo. EVITAR: frutos do mar, miúdos em geral, embutidos )bacon, salsicha, salame, presunto, mortadela, linguiça, patês enlatados), torresmo, carne gordurosa, frituras em geral, ovos em geral, maionese, pão-de-queijo, massas com ovos, leite integral, queijos amarelos, queijos cremosos, manteiga, frutas oleaginosas (côco, caqui, fruta-do-conde, tamarindo), bolos em geral, tortas em geral, doces caseiros, doces confeitados, roscas de frutas, pão doce, bolacha recheada, pudins, creme de leite, leite condensado, frutas em calda, sorvete com leite, chocolate, refrigerantes mesmo diet. Fazer alguma atividade física (mesmo caminhar com marcha leve), 3 vezes por semana, por volta de 50 minutos, mas com prazer

Segundo Abdalla: cortar margarinas, manteigas, todos os tipos de carne vermelha, frituras, refrigerantes (mesmo diet, pela cafeína), doces, massas, todos tipos de gordura inclusive chocolate. Evitar estresse. Fazer meditações 3 vezes ao dia, comer aveia bem fina (Oat Braen ) misturada com leite desnatado pela manhã. Ingerir muita fibra (aveia, farelo de trigo e arroz, granola, centeio, sementes de linhaça não torrada, verduras, legumes fibrosos. Preferir azeite de oliva (extra-virgem) e óleo de canola, peixes de água salgada (salmão, sardinha, cavalinha, atum), castanha-do-pará (que tem alto teor de selênio e é antioxidante). Evitar: alimentos gordurosos de qualquer tipo, carnes (menos alcatra, peito de frango sem pele, lagarto), queijos,(menos ricota), ovos (gemas, creme de leite, leite gordo). Conceitizar o paciente da extrema necessidade do tratamento emocional/espiritual como o maior aliado do medicamento, com a reforma dos pensamentos, plena aceitação da doença como corrigenda do nosso comportamento e atitude mental. Este desiquilíbrio tem muitas vezes uma profunda correlação com maus hábitos alimentares, influência genética, e desiquilíbrio emocional, daí a importância do tratamento do emocional concomitantemente. Dr.:Degmar: Fazer exercícios regularmente e manter o peso dentro da faixa ideal de massa corporal (peso/quadrado da altura deve ser menor que 25). Nutracêutica (Ferro e Camilo), PREFERIR: leite desnatado, coalhada, queijo branco, ricota, iogurte, carnes magras (alcatra, lagarto, patinho, frango sem pele, sempre assadas, ensopadas ou grelhadas), peixes (atum, sardinha fresca, pescada), frutas (exceto as citada para evitar), sempre com estômago vazio, soja e derivados, picolé de frutas, barra de cereais, gelatina, suco de frutas recomendadas, gelatina, aveia, pão integral, batata cozida, azeite de oliva extra-virgem, alho, cebola, berinjela, verduras frescas, legumes frescos, legumes refogados, arroz integral, arroz parboilizado, feijões, lentilhas, ervilhas, grão de bico. Cozinhar se possível com óleo de canola, girassol ou milho e não reutiliza-lo. EVITAR: frutos do mar, miúdos em geral, embutidos )bacon, salsicha, salame, presunto, mortadela, linguiça, patês enlatados), torresmo, carne gordurosa, frituras em geral, ovos em geral, maionese, pão-de-queijo, massas com ovos, leite integral, queijos amarelos, queijos cremosos, manteiga, frutas oleaginosas (côco, caqui, fruta-do-conde, tamarindo), bolos em geral, tortas em geral, doces caseiros, doces confeitados, roscas de frutas, pão doce, bolacha recheada, pudins, creme de leite, leite condensado, frutas em calda, sorvete com leite, chocolate, refrigerantes mesmo diet. Fazer alguma atividade física (mesmo caminhar com marcha leve), 3 vezes por semana, por volta de 50 minutos, mas com prazer.