Urticária (coceiras) ; ALERGIAS-

Plantas Relacionadas na Literatura : Bardana; orelha de gigante, Chapéu-de-couro +, Dente-de-leão +, Losna ++, Mandioquinha-do-campo , Panaceia , Picão-preto [picão] ++, Rabanete, Sucupira +++, Tarumã, .
Sintomas e Causas : Etiologia: drogas, alimentos, inalantes, infecções agentes físicos, colagenoses, neoplasias, formando: lesões eritematopapulo-edematosas súbitas, fugazes, intensamente pruriginosas; localizando-se variável. Edema angioneurótico, é forma especial, principalmente de face e glote.
Teles recomenda uso interno do composto: Teles ALERGIA C, com as plantas: angico-branco, casca, goma; bardana, folha, raiz; Embaúba, frutos, folha; gravatá, casca frutos amarelos; ipê-roxo, casca, folha; velame-branco, rizoma, planta toda.
Dieta e Cuidados Recomendados: Não se alimentar com produtos que possam estar despertando reações alérgicas (milho, leite, trigo, carnes mais pesadas, corantes, conservantes, ovos, alimentos com muito pesticida, etc.) e reintroduzir um a um após estabilização da doença, para uma avaliação daquele grupo que poderia estar agindo como provocador da alergia, e então suprimi-lo para sempre da dieta.

Tratamentos Propostos : Segundo Dr Degmar: Bardana (Arctium lappa), planta toda, infuso; Chapéu-de-couro (Echinodurus grandiflorus), folhas, infuso, decoto; Losna (Artemisia absinthum), folhas, uso int. por curto período de 7-10 dias (ver dados da planta); Picão-preto (Bidens pilosa), folhas, infuso, uso int. e ext.; Dente-de-leão (Taraxacum officinalis), folhas e raiz, infuso, decocto; Pé-de-perdiz (Croton antisyphyliticum), tubérculos, decocto, uso int. como depurativo; Urtiga (Urtica spp), folhas dessecadas, uso int. em D1 (homeopatia); Carapiá (Dorstenia spp), raiz, uso int., decoto; Sucupira (Bowdichia spp), semente ou entrecasca, uso int., decoto. O intestino para esta patologia, deve estar sempre regulado e equilibrado. Evitar roupas com tecidos sintéticos e produtos de higiene com cheiro, e corantes nos alimentos.
.
.

 

Tratamentos Fitoterápicos Propostos

Tratamentos Propostos : Segundo Dr Degmar: Bardana (Arctium lappa), planta toda, infuso; Chapéu-de-couro (Echinodurus grandiflorus), folhas, infuso, decoto; Losna (Artemisia absinthum), folhas, uso int. por curto período de 7-10 dias (ver dados da planta); Picão-preto (Bidens pilosa), folhas, infuso, uso int. e ext.; Dente-de-leão (Taraxacum officinalis), folhas e raiz, infuso, decocto; Pé-de-perdiz (Croton antisyphyliticum), tubérculos, decocto, uso int. como depurativo; Urtiga (Urtica spp), folhas dessecadas, uso int. em D1 (homeopatia); Carapiá (Dorstenia spp), raiz, uso int., decoto; Sucupira (Bowdichia spp), semente ou entrecasca, uso int., decoto. O intestino para esta patologia, deve estar sempre regulado e equilibrado. Evitar roupas com tecidos sintéticos e produtos de higiene com cheiro, e corantes nos alimentos.
Teles recomenda uso interno do composto: Teles ALERGIA C, com as plantas: angico-branco, casca, goma; bardana, folha, raiz; Embaúba, frutos, folha; gravatá, casca frutos amarelos; ipê-roxo, casca, folha; velame-branco, rizoma, planta toda

Não se alimentar com produtos que possam estar despertando reações alérgicas (milho, leite, trigo, carnes mais pesadas, corantes, conservantes, ovos, alimentos com muito pesticida, etc.) e reintroduzir um a um após estabilização da doença, para uma avaliação daquele grupo que poderia estar agindo como provocador da alergia, e então suprimi-lo para sempre da dieta.

Dieta e Cuidados Recomendados: Não se alimentar com produtos que possam estar despertando reações alérgicas (milho, leite, trigo, carnes mais pesadas, corantes, conservantes, ovos, alimentos com muito pesticida, etc.) e reintroduzir um a um após estabilização da doença, para uma avaliação daquele grupo que poderia estar agindo como provocador da alergia, e então suprimi-lo para sempre da dieta