Úlcera de duodeno (ajuda nos sintomas)

Plantas Relacionadas na Literatura : Alho, Infalível  .
Sintomas e Causas :
Nomes alternativos: Úlcera péptica; doença ulcerosa péptica; úlcera; úlcera – duodenal; úlcera – péptica.
Definição: Ferida (úlcera) no revestimento do duodeno (a primeira parte do intestino delgado, que se conecta ao estômago). Veja também úlcera gástrica benigna.
Causas, incidência e fatores de risco: De acordo com o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), mais de 90% das úlceras duodenais são causadas pela bactéria Helicobacter pylori (H.pylori).
Esta bactéria em forma de espiral é comum e pode debilitar a camada mucosa protetora do duodeno, permitindo que os ácidos e as bactérias ulcerem o sensível revestimento interno.
Por volta de dois terços da população mundial estão infectados com a bactéria H. pylori, porém a maior parte das dessas pessoas não apresenta sintomas relacionados à infecção.
A utilização crônica ou a longo prazo de aspirina ou medicamentos antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs), como o ibuprofeno, também pode causar úlcera duodenal.
Embora raro, as úlceras podem ser causadas por câncer estomacal ou pancreático.
As úlceras duodenais não são causadas por alimentos condimentados ou estresse.
De acordo com o Instituto Nacional de Saúde, o equivalente a 10% da população sofrerá de úlcera péptica (gástrica ou duodenal) em algum momento de sua vida. As úlceras duodenais são mais freqüentes nos homens do que nas mulheres. Os fatores de risco para úlceras duodenais incluem infecção por H. pylori, uso de AINEs, antecedentes familiares de úlcera péptica, pertencer ao grupo sanguíneo tipo O e ter idade acima de 30 anos.
As úlceras duodenais também estão associadas à ação de fumar cigarro.
fonte:www.adam.sertaoggi.com.br

Tratamentos Fitoterápicos Propostos

Tratamentos Propostos :
Indicação especial Abdalla por ser poderoso cicatrizante e reconstituinte celular: Babosa-grande (Aloi humilis), 20 gotas 3 vezes ao dia (cuidado na dose por ser planta considerada tóxica ). [ver dados da planta]. (não se pode usar mais do que 10% de plantas na confecção do infuso e/ou tintura; Indicação: Cavalinha (Equicetum arvense e outras), ver dados da planta; Erva-mular (ver dados da planta. Específica para esta patologia: Infalível (Batata-infalível), ver dados da planta;
Dr. Degmar Ferro, as plantas para casos sem especificidade, são: Bálsamo-da-horta (Sedum spp), folhas, comer como salada, crua nas refeições; Andiroba (Carapa guaianesis), óleo, gotas para uso interno; Noz moscada (Myristica fragans), noz, decocto; Mamoeiro (Carica papaya), broto, infuso, Sálvia (Salvia officinalis), folhas maceradas em água; Rubim (Leonurus sibiricus); Picão (Bidens pilosa), planta toda, infuso.
Plantas com ação antiácida: Espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), folhas, infuso, cps com pó; Boldo-nacional (Plectranthus barbatus), folha macerada em água antes das refeições; Robínia (Robinia pseudoacasia), D1, uso int.; Jurubeba (Solanum paniculata), casca, raízes, decocto.
Plantas que melhoram a qualidade do muco digestivo: Alcaçuz-da-europa (Glycyrrhiza glabra), raiz, protege a mucosa gástrica.
Plantas com ação anti-inflamatória sobre a mucosa: Tanchagem (Plantago major), folhas, infuso ou suco; Zedoária (curcuma zedoária), rizoma, decocto, pó em cps.; Camomila-romana (Matricaria chamomilla), flor, infuso; Unha-de-gato (Uncaria tormentosa), extrato ou pó.
Ação contra Hellycobacter pylori :Própolis, extrato seco, cps; Batata-infalível (Mandevilla spp), tubérculo, tintura diluída em bastante água por causa da irritação alcoólica da mucosa gástrica
(Teles .: isto acontece com todas as tinturas alcoólicas); Bálsamo-de-tolú (Myroxylum balsamum).

Alimentação rica em couve, repolho, frutas, verduras, regime sem frituras, excitantes, café, chocolate, chá, bebidas, refrigerantes (mesmo diet), baixo uso de condimentos fortes. Segundo Degmar, combinar bem os alimentos para evitar fermentação excessiva. Suco de couve, batata orgânica (sem insumos agrícolas)repolho, são excelentes cicatrizantes da mucosa gástrica. Quiabo melhora o muco protetor da mucosa porque tem mucilagens. Ativar técnicas para aliviar o estresse diário, com terapias ocupacionais.

Dieta e Cuidados Recomendados :
Alimentação rica em couve, repolho, frutas, verduras, regime sem frituras, excitantes, café, chocolate, chá, bebidas, refrigerantes (mesmo diet), baixo uso de condimentos fortes.

Segundo Degmar, combinar bem os alimentos para evitar fermentação excessiva.
Suco de couve, batata orgânica (sem insumos agrícolas)repolho, são excelentes cicatrizantes da mucosa gástrica. Quiabo melhora o muco protetor da mucosa porque tem mucilagens.
Ativar técnicas para aliviar o estresse diário, com terapias ocupacionais.