Rins e bexiga: antiinfeccioso para -[ disúria, peso na bexiga, polaciúria -etc.]

Plantas Relacionadas na Literatura : Abacateiro, .
Sintomas e Causas : Segundo Dr. Degmar o uso de fitoterapia pode ser muito útil nos casos de cistites sem complicações (e principalmente útil nos casos recorrentes), devendo ser evitada nos casos de pielonefrite (infecções altas). O médico especializado deve estar sempre acompanhando para evitar as complicações sépticas ou sobre o parênquima renal. É o acometimento infeccioso das vias urinárias, apresentando: disúria, peso na bexiga, polaciúria, alterações da cor, odor e aspecto da urina, a febre pode aparecer quando a infecção atinge as vias superiores do sistema urinário, podendo aparecer dores lombares, e queda do estado geral.
Dieta e Cuidados Recomendados : Segundo Dr Degmar para ativar o sistema imunológico, devemos, regularizar o sono, relaxamento e meditação, sorrir sempre que possível, ou criar situações para isto. Evitar excesso de todo tipo: gordura, açúcar, conservantes e corantes. Ingerir grande quantidade de líquidos ao dia. Sucos vegetais diários; Cogumelo do imperador (Ganoderma lucidum), pó ou extrato; Cogumelo-do-sol (Agaricus blazeii), decocção, dose de 10 a 20 gr/dia por 7 dias, e manutenção de 20 gr/semana. Usar própulis. Usar as seguintes plantas: Equinácea (Echinacea angustifolia), raiz, inulina, echinacosídeoos, pó, tintura, extrato, ativação dos linfócitos T, macrófagos, produção de interferon, ativadora do sistema de complementos; Botão-de-ouro (hidraste), (Hydrastes canadensis), berberina, hidrastina, canadina, aumenta a atividade do baço e dos macrófagos, melhora a drenagem linfática; Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra), raiz, decocto, (NA: in natura, doces e balas), aumenta a produção de inteferon aumentando a atividade antiviral, protege o sistema imune do estresse; Viscum, iscador, mordago (Viscum album), aumenta a atividade do timo; Ginseng coreano (Panax ginseng), raiz, planta de ação adaptógena, protegendo o sistema imune do estresse; Ginseng-siberiano (Eleutheroccocus senticosus), raiz, aumenta a atividade dos macrófagos; Eupatório (Eupatorium perfoliatum), aumenta a produção de interferon; Espécie de ervilha (Astragalus spp); Unha-de-gato (Uncaria tomentosa), Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae), entrecasca, decocto; Fáfia (Pffafia spp), raiz, decocto; Côco-da-bahia (Cocos nucifera), fibra branca do fruto, tintura, uso empírico; Calêndula (Calendula officinalis), flor, infuso; Erva-botão (Eclipta alba), planta toda, tem wedelolactona, pó ou tintura; Zedoária (Curcuma zedoaria) e Açafroeira (Curcuma longa), raiz, decocto, pó; Alho (Allium sativum), bulbo, tintura, óleo ou in natura; Clorela (Chlorella pyrenoidosa), reconstituinte; Ligustrum lucidum (sem nome comum conhecido); Amorfa, baptísia (Baptisia australis), Eupatorium spp (sem nome comum conhecido); Fáfia (Pffafia paniculata (raiz, decocto. Dr. Degmar recomenda para infecções urinárias: tomar muita água. Evitar alimentos irritantes da bexiga tais como: frutas muito ácidas ou pimentas, molhos fortes. Nada de bebida tipo cola. Tomar suco de Birtili (Gram berry), pois além de ação antioxidante, impede a proliferação da Echerichia coli na parede da bexiga. Plantas que podem ser usadas: Uva-ursi (Arctostaphylos uva-ursi), folhas, infuso, necessidade de pH urinário básico para poder atuar como anti-séptico urinário; Douradinha-do-cerrado (Palicourea rigida), folhas, infuso; Algodãozinho-do-cerrado (Cochlospermum regium), raiz, decocto; Cana-do-brejo (Costus cuspidatus), planta toda, decocto; Cavalinha (Equisetum arvensis), planta toda, decocto; Jatobá (Hymenoea courbaril), entrecasca, decocto, tintura; Tanchagem (Plantago major), folhas, suco; Copaíba (Copaifera langsdorfil), óleo em cps; Própulis; Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae), entrecasca, decocto; Pitangueira (Eugenia uniflora), folha, infuso; Salsa (Petroselinum sativum), planta toda, inclusive raiz em suco; Vara-de-ouro (Solidago virgaurea) planta específica par drenagem renal e hepática; Junípero, enebro, (Juniperus communis).

Tratamentos Propostos : Dirceu: indicação especial: Condurango (Narsdenia condurango); indicação especial para doenças renais: Conta-de-lágrima (Lágrima-de-nossa-senhora) [Coix lacrima]; [poderoso diurético] [ver dados da planta]; ; Pororoca [Dialium guianense], planta muito eficiente. Planta que funciona como vaso dilatador das vias urinárias: Quebra-pedra (Pillantus niruri; Pillocarpus macrophylum), e atua nos cálculos renais juntamente com Esporão-da-cultura. Uso interno: composto Dirceu Rins, ou as plantas: Pororoca (muito eficiente), conta-de-lágrimas; bardana; quepra-pedra, cavalinha (mistura de infuso/decocto); ver dados das plantas. No caso de preparados na forma aquosa usar: até 2 anos: 1 gota/kg; de 3 anos à 7 anos: uma colher de café; de 7 até 12 anos: uma colher de chá; mais de 12 anos : uma colher de sobremesa. Em todas as idades, usar 3 vezes ao dia. No caso de usar na forma de cápsulas contendo pó seco e moído da mistura de plantas indicadas ou de uma planta, tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições, “em estado de fome “, [prática que pode ser usada nas formulações aquosas] ou quando se fizer necessário.

Segundo Dr Degmar para ativar o sistema imunológico, devemos, regularizar o sono, relaxamento e meditação, sorrir sempre que possível, ou criar situações para isto. Evitar excesso de todo tipo: gordura, açúcar, conservantes e corantes. Ingerir grande quantidade de líquidos ao dia. Sucos vegetais diários; Cogumelo do imperador (Ganoderma lucidum), pó ou extrato; Cogumelo-do-sol (Agaricus blazeii), decocção, dose de 10 a 20 gr/dia por 7 dias, e manutenção de 20 gr/semana. Usar própulis. Usar as seguintes plantas: Equinácea (Echinacea angustifolia), raiz, inulina, echinacosídeoos, pó, tintura, extrato, ativação dos linfócitos T, macrófagos, produção de interferon, ativadora do sistema de complementos; Botão-de-ouro (hidraste), (Hydrastes canadensis), berberina, hidrastina, canadina, aumenta a atividade do baço e dos macrófagos, melhora a drenagem linfática; Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra), raiz, decocto, (NA: in natura, doces e balas), aumenta a produção de inteferon aumentando a atividade antiviral, protege o sistema imune do estresse; Viscum, iscador, mordago (Viscum album), aumenta a atividade do timo; Ginseng coreano (Panax ginseng), raiz, planta de ação adaptógena, protegendo o sistema imune do estresse; Ginseng-siberiano (Eleutheroccocus senticosus), raiz, aumenta a atividade dos macrófagos; Eupatório (Eupatorium perfoliatum), aumenta a produção de interferon; Espécie de ervilha (Astragalus spp); Unha-de-gato (Uncaria tomentosa), Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae), entrecasca, decocto; Fáfia (Pffafia spp), raiz, decocto; Côco-da-bahia (Cocos nucifera), fibra branca do fruto, tintura, uso empírico; Calêndula (Calendula officinalis), flor, infuso; Erva-botão (Eclipta alba), planta toda, tem wedelolactona, pó ou tintura; Zedoária (Curcuma zedoaria) e Açafroeira (Curcuma longa), raiz, decocto, pó; Alho (Allium sativum), bulbo, tintura, óleo ou in natura; Clorela (Chlorella pyrenoidosa), reconstituinte; Ligustrum lucidum (sem nome comum conhecido); Amorfa, baptísia (Baptisia australis), Eupatorium spp (sem nome comum conhecido); Fáfia (Pffafia paniculata (raiz, decocto. Dr. Degmar recomenda para infecções urinárias: tomar muita água. Evitar alimentos irritantes da bexiga tais como: frutas muito ácidas ou pimentas, molhos fortes. Nada de bebida tipo cola. Tomar suco de Birtili (Gram berry), pois além de ação antioxidante, impede a proliferação da Echerichia coli na parede da bexiga. Plantas que podem ser usadas: Uva-ursi (Arctostaphylos uva-ursi), folhas, infuso, necessidade de pH urinário básico para poder atuar como anti-séptico urinário; Douradinha-do-cerrado (Palicourea rigida), folhas, infuso; Algodãozinho-do-cerrado (Cochlospermum regium), raiz, decocto; Cana-do-brejo (Costus cuspidatus), planta toda, decocto; Cavalinha (Equisetum arvensis), planta toda, decocto; Jatobá (Hymenoea courbaril), entrecasca, decocto, tintura; Tanchagem (Plantago major), folhas, suco; Copaíba (Copaifera langsdorfil), óleo em cps; Própulis; Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae), entrecasca, decocto; Pitangueira (Eugenia uniflora), folha, infuso; Salsa (Petroselinum sativum), planta toda, inclusive raiz em suco; Vara-de-ouro (Solidago virgaurea) planta específica par drenagem renal e hepática; Junípero, enebro, (Juniperus communis).

dieta recomendada por Dr Dirceu durante o tratamento: cortar margarinas, manteigas, carne vermelha, frituras gerais, refrigerantes (mesmo diet e tipo cola), todo tipo de gordura mesmo chocolates, usar leite desnatado com aveia fina (Oat brean), 2 vezes ao dia.