Pulmão: anti-séptico pulmonar (atua como) g*

Plantas Relacionadas na Literatura : Alfavacão, Gerâneo ++, .
Sintomas e Causas : Avaliação das alterações pleuropulmonares após a injeção de óleo de resina de copaíba, extrato aquoso de crajiru e polivinilpirrolidona iodado (PVPI) na pleura e parênquima pulmonar de ratos Autores: Fernando Luiz Westphal. TCBC-AMI; Luiz Carlos de LimaII; Ricardo Alexandre GuimarãesIII; Risonilce Fernandes Silva de SouzaIV; Saulo Brasil do CoutoV; Sílvia Rocha NakajimaV IProfessor Adjunto do Departamento de Cirurgia da Universidade Federal do Amazonas e Universidade Estadual do Amazonas; Chefe do Serviço de Cirurgia Torácica do Hospital Universitário Getúlio Vargas; Mestre em Cirurgia Geral – Setor Tórax pela UFRJ; Doutor em Medicina pela UNIFESP IIProfessor Adjunto da Universidade Estadual do Amazonas; Médico Assistente do Serviço de Cirurgia Torácica do HUGV; Mestre e Doutor em Medicina pela UNIFESP IIIMédico Patologista do Departamento de Patologia da Universidade Federal do Amazonas; Mestre em Patologia Tropical pela UFAM IVZootecnista do Instituto Nacional de Pesquisa do Amazônia VAcadêmico de Medicina OBJETIVO: Avaliar as alterações anatomopatológicas e histopatológicas da pleura e do parênquima pulmonar após a injeção de óleo de copaíba, extrato aquoso de crajiru e polivinilpirrolidona iodado (PVPI) no espaço pleural de ratos. MÉTODO: Foram utilizados 128 Rattus norvegicus var. Wistar, machos, com peso médio 198,9g (± 24,9g), randomizados em quatro grupos: copaíba, PVPI, crajiru e simulação. As substâncias foram injetadas no espaço pleural direito dos animais, os quais foram mortos em 24 h, 48 h, 72 h e 504 h, para análise macro e microscópica da pleura visceral e pulmão direito. RESULTADOS: Macroscopicamente, observou-se intensa reação pleuro-pulmonar no grupo copaíba com significância estatística (p= 0,001) em relação aos outros grupos e entre os diferentes momentos. Microscopicamente, a espessura pleural apresentou maior aumento no grupo copaíba com significância estatística nos tempos 72 h e 504 h. O PVPI provocou reação inflamatória aguda em 24 h e 48 h com melhora em 72 h, porém, na última observação, evidenciou-se lesão crônica pulmonar. O crajiru apresentou-se pouco irritativo e sem significância em relação aos demais. CONCLUSÃO: A copaíba mostrou-se muito irritante; o PVPI, moderadamente irritante, e o extrato aquoso de crajiru apresentou pouca reação inflamatória na pleura e parênquima pulmonar dos animais de experimentação. Descritores: Plantas medicinais; Extratos vegetais; Fitoterapia; Pulmão; Pleura.
Tratamentos Propostos : Indicação especial: Angico vermelho, entrecasca, decocto, uso interno. (Dirceu); Assapeixe (Cacalia optica), ver dados da planta.Plantas com ação anti-séptica: Alho, óleo, Própolis, extrato; Cebola, bulbo, xarope; Sucupira, óleo tintura, xarope; Cebolinha(Allium fistulosum), bolbo, infuso para tosse, sibilos, falta de ar.