Menopausa (alívio dos sintomas) Fito hormônios

Plantas Relacionadas na Literatura : Amora , Amora-brava, Bolsa de pastor , Cimicifuga [Erva-de-são-cristóvão] , Damiana , Fáfia (s) , Ginseng coreano [Panax ginseng] , Sálvia , Soja, Tribulus [Viagra natural] .
Sintomas e Causas :
A menopausa acontece por volta dos 50 anos quando os ovários cessam a produção de estrógenos e, consequentemente, a capacidade reprodutiva da mulher diminui. Como o organismo naturalmente se adapta aos níveis variáveis dos hormônios podem surgir efeitos dessa adaptação em graus variados.
São sintomas circulatórios (ondas de calor e palpitações), sintomas psicológicos (aumento da depressão, ansiedade, irritabilidade, variações de humor e falta de concentração) e, finalmente, sintomas de atrofia (secura vaginal e urgência na urinação).
Além desses sintomas, a mulher também apresenta ciclos menstruais cada vez mais espaçados, escassos e irregulares. Esta redução é gradual e leva cerca de um ano até o completo desaparecimento da menstruação. Esse processo é chamado de climatério. O uso popular, entretanto, fez com que o termo menopausa fosse mais usado.
.

Tratamentos Fitoterápicos Propostos

Tratamentos Propostos :
DIRCEU: tomar o composto VITA (folhas de BETERRABA, CAPIM-JARAGUÁ e mandioca; grãos de CEVADA; raiz de GALINHO-DO-CAMPO; ramos de BATATA-DOCE e AGRIÃO), associado com MILIRRAMAS e O COMPOSTO CALMA (folhas e ramos de ALECRIM, folhas, flores e rizomas de ARTEMISIA, grãos de CEVADA, folhas e flores de ALFAVACA-MIÚDA, partes aéreas de HORTELÃ, folhas e flores de MELISSA, casca e ramos finos de MULUNGU, folhas de PASSIFLORA, partes aéreas de POEJO, folhas e flores de CAMOMILA). Concomitantemente usar o composto MENOPAUSA (folhas de GINKGO BILOBA e CAPIM-JARAGUÁ; ramos de CATINGA-DE-MULATA e MILIRRAMAS; flores de CAMOMILA e MELISSA; folhas, rizoma e flores de ARTEMÍSIA; grãos de CEVADA; raiz de GALINHO-DO-CAMPO e partes aéreas de HORTELÃ).DEGMAR: as plantas citadas a seguir possuem ação hormonal. CEMICIFUGA (rizoma, decocto); VITEX (age na glândula pituitária); SOJA (rica em isoflavonas, que tem ação sobre receptores estrogênicos de uma forma reguladora); INHAME MEXICANO (tubérculo, decocto, atua contra fogachos, secura vaginal, redução do libido, alterações do humor, ciclos menstruais irregulares no climatério); ÓLEO-DE-PRÍMULA ou ÓLEO-DE-BORRAGEM (ricos em ácido gama-linolênicos, que ajudam na regulação hormonal). O GINKGO BILOBA, extrato seco a 24% com dose de 80 mg 2 vezes ao dia, melhora os sintomas de extremidades frias e alterações na memória e concentração. AGONIADA (regulador da produção hormonal); DONG-QUAI (tônica e específica para problemas da menopausa); HELONIAS (rica em saponinas, podendo ajudar a mulher na adaptação a novos níveis hormonais). Plantas que combatem as ondas de calor e sudorese: SÁLVIA (planta toda, infuso); CRATAÉGUS (melhora os fenômenos cardio circulatórios congestivos); SASSAFRÁS (entrecasca, decoto, tintura. CUIDADO! PLANTA COM ALTA TOXICIDADE); AMORA (folhas, infuso, pó em cápsulas); TOMATEIRO (planta toda, infuso); SALSA e CARQUEJA (partes aéreas, infuso – tomar após refeições).
FITOHORMÔNIOS   São um grupo de compostos não esteroides encontrados em diversos vegetais, que apresentam na maioria das vezes um anel fenólico em sua estrutura , o que lhes confere capacidade de adesão aos receptores hormonais, podendo agir como agonista ou antagonista do estrógeno, dependendo do sítio de atuação. Portanto possuem ação de modulação. Agonista: possui afinidade pelo receptor, e tem capacidade de ativa-lo Antagonista: possui afinidade pelo receptor, mas não tem capacidade de ativa-lo Quem pode utiliza – los? Mulheres que estão entrando na menopausa, principalmente com histórico de câncer na família, ou mulheres que sofram de Tensão Pré Mentrual (TPM). De acordo com o Dr. Luis Carlos Marques, professor de farmácia, os Fito Hormônios podem ser usados em terapias de reposição hormonal em substituição aos hormônios sintéticos:
Os Fito Hormônios fazem bem à saúde e previnem o câncer.
Já os sintéticos trazem efeitos colaterais e são cancerígenos”.
Quais as plantas que possuem fito hormônios? vitex agnus castus: sabe-se que possui atuação em algumas áreas do cérebro , regulando alguns hormônios da hipófise, entre eles o FSH que aí é produzido e envia estímulos aos ovários para que produza estrógenos. Esse fito-estrógeno estimula a produção de progesterona e serve para tratamentos de sintomas peri menopáusicos e, ainda, de sintomas da tensão pré – menstrual. Black cohosh: é uma planta muito conhecida entre os nativos da América do Norte, usada no alívio de cólicas menstruais. Botânicos europeus descobriram sua utilidade nos casos de depressão pós – menopausa. Diminui alguns sintomas da menopausa por ocupar receptores estrogênicos. Dong quai: uma antiga erva asiática que tem a habilidade de ocupar receptores de estrógeno. Embora de potência muito inferior aos hormônios humanos, esta planta produz certos alívios quando a paciente apresenta uma certa diminuição dos níveis de estrógenos. Licorice (alcaçuz): esta erva atua de forma semelhante ao dong quai panax ginseng: demonstrou ser eficaz no alívio do ressecamento vaginal e na dor ao coito.
É ainda muito utilizada na Ásia para combater distúrbios menstruais e como tratamento antienvelhecimento. Yam Mexicano : é o mais conhecido dentre os fito – estrógenos. Sua substância básica chama – se diascerína ou diosgenina e pode transformar – se quimicamente em vários tipos de hormônios esteróides incluindo DHEA, testoterona, progesterona e nos três estrógenos humanos (estradiol, estrona ,estriol). Não se pode obter quantidades significativas desses hormônios ingerindo o yam ou usando cremes nele baseados. O organismo humano não possui os fatores químicos que possam convertê – lo em substâncias hormonais que sejam úteis ao seu uso. Essa transformação só pode ser eficazmente realizada em laboratório apropriado. Isto serve de alerta para que, se você comprar um creme de progesterona ou de DHEA, tenha a certeza de que realmente eles contenham as substâncias desejadas e que não seja apenas um creme de yam não processado.
Dados retirados do livro Mulheres e seus Hormônios – Uma forma de Retardar o Envelhecimento. Sérgio Vaisman, ed. Mandacaru, 2004. Alecrin de Angola Cemicifuga Fitoestrógenos em geral Phytoestrogens: a viable option? Am J Med Sci. 2002 Oct;324(4):185-8. Russell L, Hicks GS, Low AK, Shepherd JM, Brown CA. Department of Medicine, University of Mississippi Medical Center, Jackson 39216-4505, USA. Estrogen replacement therapy is one of the most commonly prescribed medicines in the United States by traditional medical professionals. Over the past decade, the market for complementary/ alternative therapies for hormone replacement has dramatically increased. Women are seeking more “natural” alternatives to treat menopausal symptoms. Well-designed randomized clinical trials are often lacking, as is the information on efficacy and safety. This article will review several popular herbal therapies for menopausal symptoms including phytoestrogens, black cohosh (Cimicifuga racemosa), dong quai (Angelica sinensis), chast tree (Vitex agnus-castus), and wild Mexican yam. Their use, mechanism of action, and adverse effects are outlined. http://www.medicinacomplementar.com.br/tema3110051.asp

Aumentar o consumo de: BRÓCOLIS (rica em cálcio e preventivo de câncer), COUVE (Cálcio), SOJA (isoflavonas), COALHADA (cálcio), AIPO, SALSINHA, NABO, AGRIÃO, SARDINHA, ALIMENTOS INTEGRAIS. Para garantir um cardápio saudável que possa auxiliar no combate aos efeitos da menopausa,segue um quadro com dicas de alimentos. Vitamina E: diminui as ondas de calor. Fontes: Sementes oleaginosas e óleos vegetais. Vitamina B6: importante para a formação de neurotransmissores (triptofano), melhora o bem estar. Fontes: cereais integrais, ovos e grãos. Vitamina C: necessária para síntese de hormônios ovarianos. Fontes: Frutas cítricas. Ácido Fólico: ajuda a repor DNA e diminui o risco de câncer de mama. Fontes: vegetais verdes escuros. Magnésio: age no bom humor, no relaxamento muscular e na formação de neurotransmissores. Fontes: cereais integrais, grãos, beterraba e sementes oleaginosas. Cálcio: essencial para garantir a massa óssea e contração muscular. Fontes: Vegetais verdes, leite e derivados. Vitamina D3: reforça o sistema imunológico, melhora a absorção de cálcio. Fontes: óleos vegetais. Selênio: antioxidante e fortalece as funções cerebrais. Fonte: castanha do Pará. Ômega 3: melhora as funções cerebrais, impulsos nervosos, regula a ação insulínica – glicose, diminui colesterol ruim (LDL) e melhora a fluidez sanguinea. Fontes: linhaça e peixes de água fria. Substâncias fitoestrogenas: possuem ação similar ao hormônio estrógeno. Fontes: soja e derivados. Fitonutrientes (carotenóides, luteína e antocianinas): antioxidante, que combate o envelhecimento celular dos órgão e estruturas, como pele, vasos sanguineos, visão, além de diminuir o risco de câncer de mama e útero. Fontes: vegetais e frutas coloridas: cenoura, manga, uvas, espinafre, tomate, amora, berinjela e brócolis.Carboidratos integrais: mais energia, além de fornecer um aporte de fibras que reduz até 54% do risco de câncer. Fontes: aveia e arroz integral. Proteínas de alto valor biológico: para evitar o enfraquecimento e a diminuição dos músculos. Fontes: ovos, aves e carne bovina. Zinco: é necessário para síntese de hormônios, para melhorar as funções ovarianas e otimizar as funções estrogênicas. Fontes: Frutos do mar e peixes. Dra. Roseli Rossi, CRN 2084/1983, é nutricionista formada pelas Faculdades Integradas São Camilo, Pós graduada em Fitoterapia Aplicada à Nutrição Funcional pela VP Consultoria Nutricional Ensino e Pesquisa, Título de Especialista em Nutrição Clínica concedido pela ASBRAN, com Aperfeiçoamento em Nutrição Esportiva pela Escola Paulista de Medicina, é diretora da Clínica Equilíbrio Nutricional e autora dos Livros “Saúde & Sabor com Equilíbrio “ – Receitas Diet e Light Vol. I e Vol. II.

Dieta e Cuidados Recomendados : Aumentar o consumo de: BRÓCOLIS (rica em cálcio e preventivo de câncer), COUVE (Cálcio), SOJA (isoflavonas), COALHADA (cálcio), AIPO, SALSINHA, NABO, AGRIÃO, SARDINHA, ALIMENTOS INTEGRAIS. Para garantir um cardápio saudável que possa auxiliar no combate aos efeitos da menopausa,segue um quadro com dicas de alimentos. Vitamina E: diminui as ondas de calor. Fontes: Sementes oleaginosas e óleos vegetais. Vitamina B6: importante para a formação de neurotransmissores (triptofano), melhora o bem estar. Fontes: cereais integrais, ovos e grãos. Vitamina C: necessária para síntese de hormônios ovarianos. Fontes: Frutas cítricas. Ácido Fólico: ajuda a repor DNA e diminui o risco de câncer de mama. Fontes: vegetais verdes escuros. Magnésio: age no bom humor, no relaxamento muscular e na formação de neurotransmissores. Fontes: cereais integrais, grãos, beterraba e sementes oleaginosas. Cálcio: essencial para garantir a massa óssea e contração muscular. Fontes: Vegetais verdes, leite e derivados. Vitamina D3: reforça o sistema imunológico, melhora a absorção de cálcio. Fontes: óleos vegetais. Selênio: antioxidante e fortalece as funções cerebrais. Fonte: castanha do Pará. Ômega 3: melhora as funções cerebrais, impulsos nervosos, regula a ação insulínica – glicose, diminui colesterol ruim (LDL) e melhora a fluidez sanguinea. Fontes: linhaça e peixes de água fria. Substâncias fitoestrogenas: possuem ação similar ao hormônio estrógeno. Fontes: soja e derivados. Fitonutrientes (carotenóides, luteína e antocianinas): antioxidante, que combate o envelhecimento celular dos órgão e estruturas, como pele, vasos sanguineos, visão, além de diminuir o risco de câncer de mama e útero. Fontes: vegetais e frutas coloridas: cenoura, manga, uvas, espinafre, tomate, amora, berinjela e brócolis.Carboidratos integrais: mais energia, além de fornecer um aporte de fibras que reduz até 54% do risco de câncer. Fontes: aveia e arroz integral. Proteínas de alto valor biológico: para evitar o enfraquecimento e a diminuição dos músculos. Fontes: ovos, aves e carne bovina. Zinco: é necessário para síntese de hormônios, para melhorar as funções ovarianas e otimizar as funções estrogênicas. Fontes: Frutos do mar e peixes. Dra. Roseli Rossi, CRN 2084/1983, é nutricionista formada pelas Faculdades Integradas São Camilo, Pós graduada em Fitoterapia Aplicada à Nutrição Funcional pela VP Consultoria Nutricional Ensino e Pesquisa, Título de Especialista em Nutrição Clínica concedido pela ASBRAN, com Aperfeiçoamento em Nutrição Esportiva pela Escola Paulista de Medicina, é diretora da Clínica Equilíbrio Nutricional e autora dos Livros “Saúde & Sabor com Equilíbrio “ – Receitas Diet e Light Vol. I e Vol. II