Cirrose hepática (ajuda nos sintomas); alcoolismo ]]}}

Plantas Relacionadas na Literatura : Alcachofra, Bardana; orelha de gigante, Cardo-mariano + SF, Melão ++, .
Sintomas e Causas : Segundo Rozman, toda hepatomegalia isolada com esplenomegalia, em um paciente de 40 a 60 anos, com alterações incipientes de seu estado geral, com ou sem antecedentes de alcoolismo crônico, deve dirigir a atenção do médico para a possibilidade de cirrose. Se a estes sinais se juntam almumas alterações endócrinas ou sinais cutâneos indicadores de sofrimento hepatucelular, a presunção se vê ainda reforçada. A presença de circulação colateral, a esplenomegalia e a observação radiológica de varizes esofagianas permitirão estabelecer clinicamente a existência de hipertensão portal. Dever-se-á recorrer ao exame humoral, que trará sinais biológicos de citólise, com aumento de algumas enzimas séricas e de inflamação mesenquimal pela presença de hipergamaglobulemia. Segundo: Alimentos Saudáveis & Alimentos Perigosos – Reader´s Digest, quando o sangue se acumula no fígado por dificuldade de circulação (que em um adulto normal é de cerca de 1,5 litros de sangue por minuto), aumenta a pressão nos vasos, forçando o plasma para fora dos vasos sanguíneos preenchendo os tecidos da cavidade abdominal, formando distenções denominada ascite. Contudo mesmo que o tecido lesado não possa ser substituído, o fígado tem uma capacidade incrível de regeneração. O consumo de proteínas deve ser controlado rigorosamente, pois pouca proteína pode impedir que o fígado gere células novas e sadias, mas muita proteína pode sobrecarregar o fígado, resultando em um acúmulo de amônia na corrente sanguínea causando complicações cerebrais que pode levar ao coma e até à morte. Uma pessoa com cirrose deve comer cerca de 40 g de proteína por dia . (50 g é para um adulto sadio). Na cirrose, o volume de sangue de todo corpo diminui, e quando os rins registram a diminuição do fluxo sangüíneo, eles pedem ajuda na forma do hormôneo adoslterona. Em vez de ajudar este hormônio faz com que o corpo retenha sódio (ao invez de expeli-lo naturalmente na forma de urina), que por sua vez represa ainda mais o líquido e piora a ascite. O corpo todo começa a inchar. O ciclo vicioso continua com outras complicações simultâneas enquanto o sangue busca uma maneira de superar a obstrução do fígado.
Tratamentos Propostos : Indicação especial (Dirceu Abdalla): Alcachofra, uso interno, folhas, decocto, infuso, cps com pó. Segundo Dirceu (dirceu@paz.org.br). tomar fórmula Hepatite (composto Dirceu), ou as plantas: michoco, picão, quebra-pedra, côco-da-bahia, cidra-fruta [mistura dos infusos]. Indicação especial: Celidônea e Picão-preto, mistura dos infusos; também uso interno, composto Dirceu: Cirrose Hepática com as plantas: cidra, algodãozinho-do-cerrado, côco-da-bahia, mulungu, picão-preto, quebra-pedra. Em determinados casos, uso interno composto Teles: Socorro C com as plantas: teiú,planta toda; mão-de-deus (cinco-pontas), ramos floridos (estes compostos provocam no paciente tratado uma aversão ao álcool pois quando em tratamento e consomem bebida (mesmo doses fracas de álcool), sofrem um grande desconforto estomacal e hepático). Ver dados de hepatoprotetores e plantas que atuam no fígado. No caso de preparados na forma aquosa usar: uma colher de sobremesa, usar 3 vezes ao dia. No caso de usar na forma de cápsulas contendo pó seco e moído da mistura de plantas indicadas ou de uma planta, tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições,”em estado de fome”, ou quando se fizer necessário. Teles: nota importante: como esta patologia é de prognóstico muito ruim para o paciente que dela sofre, o tratamento Fitoterápico deve ser acertado com o médico que cuida do caso, pois seu uso (Fitoterapia) sem o devido acompanhamento médico pode mascarar ou retardar um diagnóstico que irá salvar a vida do paciente. Após o diagnóstico, o tratamento Fitotrápico poderá ser uma alternativa viável, considerando que neste caso o estado hepático do doente recomenda compostos que não o agridam mais com violência (iatrogenia) dado sua fragilidade. Segundo Dr. Degmar, uso interno: Cardo-mariano (Sylibum marianum), que contém silimarina, pó ou extrato seco; Dente-de-leão (Taraxacum officinalis), planta toda, pó, 4 g/dia; Erva-botão (Eclipta alba), partes aéreas, planta de ação desintoxicante e hepatoprotetora, dose de 20-40 mg do pó/dia, infuso. Segundo Alfonsas Balbachas -1959 – As Plantas Curam: uso abundante de Limão.
Dieta e Cuidados Recomendados : Dieta recomendada durante o tratamento: cortar margarinas, manteigas, carne vermelha, frituras gerais, refrigerantes (mesmo diet e tipo cola), todo tipo de gordura mesmo chocolates, usar leite desnatado com aveia fina (Oat brean), 2 vezes ao dia.Dieta: alimentação rica em minerais e vitaminas; abstinência total do álcool. Grupo de apôio psicológico tipo AAA. Terapia ocupacional. Segundo: Alimentos Saudáveis & Alimentos Perigosos – Reader´s Digest, comer bastante combinações de grãos e leguminosas em vez de carne para obter proteína; carboidratos para obter energia; cereais, pães, batatas e leguminosas para obter vitaminas do complexo B; frutas e vegetais pela vitamina C. Reduzir o consumo de sal, gordura e proteina animal. Evite totalmente, álcool e comidas salgadas

Dieta recomendada durante o tratamento: cortar margarinas, manteigas, carne vermelha, frituras gerais, refrigerantes (mesmo diet e tipo cola), todo tipo de gordura mesmo chocolates, usar leite desnatado com aveia fina (Oat brean), 2 vezes ao dia.Dieta: alimentação rica em minerais e vitaminas; abstinência total do álcool. Grupo de apôio psicológico tipo AAA. Terapia ocupacional. Segundo: Alimentos Saudáveis & Alimentos Perigosos - Reader´s Digest, comer bastante combinações de grãos e leguminosas em vez de carne para obter proteína; carboidratos para obter energia; cereais, pães, batatas e leguminosas para obter vitaminas do complexo B; frutas e vegetais pela vitamina C. Reduzir o consumo de sal, gordura e proteina animal. Evite totalmente, álcool e comidas salgadas.