Bronquite broncodilatador, anti-séptica, anti-inflamatória ]]}}

Plantas Relacionadas na Literatura : Alfavaca (Manjericão-cheiro-de-anis) Atroverã, Amapá SF, Anis estrelado [badiana] SF, Apii SF, Arnica-paulista SF, Assa-peixe, Bálsamo-da-horta, Beladona SF, Cacaueiro, Cacto grandiflorus [flor-da-noite], Cajueiro, Catinga-de-mulata +, Conta-de-lágrimas +, Damasco+, Embaúba [banana-de-macaco]+, Framboesa +, Gervão ++, Mandacaru + ++++ sf, Neen +++ sf, Orégano-comum [manjerona]+, Pau-de-bálsamo [bálsamo] ++ SF, Quitoco sf ** >>>, .
Sintomas e Causas : Segundo Ruzmam, o exame físico costuma identificar ligeiro timpanismo sobre as partes póstero-inferiores. Não raramente os limites inferiores dos pulmões estão rebaixados. O murmúrio respiratório é vesicular e frequentemente um pouco debilitado. Os estertores podem ser secos (roncos e sibilos), úmidos, e de grandes ou médias bolhas, mas nunca são consoantes como as broncopneumonias. ————————————————- ATENÇÃO: NÃO USAR COMPOSTOS FITOTERÁPICOS [QUE SÃO MUITO EFICIENTES QUANDO USADOS COM CONHECIMENTO CORRETO DE SUAS AÇÕES], EM CASOS QUE PODEM EVOLUIR PARA SITUAÇÕES DE AGRAVAMENTO DOS SINTOMAS, ASSIM COMO NO ATO DE MASCARAR OS SINTOMAS AO PONTO DE DIFICULTAR UM DIAGNÓSTICO MÉDICO CORRETO, E EM TEMPO HÁBIL, DA REAL PATOLOGIA
Tratamentos Propostos : Dirceu recomenda >>>>uso interno, folhas, infuso,ou tintura, das plantas: Assapeixe (Cacalia optica), ver dados da planta; Guaco (Mikania guaco); Hortelã (Mentha piperita), muito eficiente. No caso de preparados na forma aquosa usar: até 2 anos: 1 gota/kg; de 3 anos à 7 anos: uma colher de café; de 7 até 12 anos: uma colher de chá; mais de 12 anos: uma colher de sobremesa. Em todas as idades, usar 3 vezes ao dia. No caso de usar na forma de cápsulas contendo pó seco e moído da mistura de plantas indicadas ou de uma planta, acima de 12 anos tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições,”em estado de fome”, ou quando se fizer necessário.Segundo Dr. Degmar: plantas com >>>>ação broncodilatadoras: Lobélia (Lobelia inflata), folhas, D1 (produto homeopático, ver cuidados especiais desta planta), uso interno; Grindélia (Grindelia robusta), sumidades floridas, infuso. Plantas com >>>>ação antiinflamatórias sobre os brônquios: Tanchagem (Plantago major), folhas, infuso; Angico (Parapiptadenia rigida), entrecasca, rico em taninos, decocto; Alcaçuz (Glycyrriza glabra). Plantas de>>>> ação anticatarral: Hidrastes (Hydrastis cannadensis); Tanchagem (Plantago spp), Verbasco (Verbascum spp). Plantas de >>>>>ação anti-séptica (para minimizar os processos infecciosos que agravam o quadro: Alho (Allium sativum), bulbo, tintura; Ipê-roxo (Tabebuia avellanedae), entrecasca rica em lapachol e taninos, decocto; Cebola (Allium cepa), bulbo, xarope; Própulis, extrato seco ou tintura; Tomilho (Thymus vulgaris), planta toda, decocto, tintura. Plantas com>>>>>>> ação expectorante e mucolítica: Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra), raiz, decocto; Alho (Allium sativum), bulbo; Gengibre (Zingiber officinalis), rizomas, decocto, xarope; Guaco (Mykania glomerata), folhas, xarope. Plantas que melhoram a>>>> imunidade e evitam as recidivas infecciosas: Equinácea (Echinacea angustifolia), raiz, tintura ou pó; Astragalus spp, evitar na fase aguda da infecção.
Dieta e Cuidados Recomendados : Dirceu: Dieta recomendada durante o tratamento: cortar margarinas, manteigas, carne vermelha, frituras gerais, refrigerantes (mesmo diet e tipo cola), todo tipo de gordura mesmo chocolates, usar leite desnatado com aveia fina (Oat brean), 2 vezes ao dia

Dirceu: Dieta recomendada durante o tratamento: cortar margarinas, manteigas, carne vermelha, frituras gerais, refrigerantes (mesmo diet e tipo cola), todo tipo de gordura mesmo chocolates, usar leite desnatado com aveia fina (Oat brean), 2 vezes ao dia.