Boca; aftas, garganta: amigdalite; boca amarga, pastosa, seca (ajuda na) ]]}}

Plantas Relacionadas na Literatura : Agrião-bravo SF, Agrimônia (eupatória), Alecrim-pimenta, Murici ++, .
Sintomas e Causas : Segundo A. Balbach, com boca amarga, verificar: dispepsia, gastrite, insuficiência hepática, prisão de ventre. Com boca amarga e pastosa: ver tifo. Com boca seca: ver: anemia, gastrite. Com inflamação na boca: ver estomatite e aftas. Segundo Dr. Ferro, afta: é uma lesão de origem inflamatória na mucosa bucal, tendo causa desconhecida, mas com forte indício de distúrbio imunológico, e ou infecção (viral, streptococcus), e ou refluxo gastroesofágico, e ou deficiências minerais (ferro, zinco) ou vitaminas (B12 e ácido fólico). Pode ser um sinal de alergia alimentar, anemias, doença celíaca, doença de Chohn ou Lúpus.
Tratamentos Propostos : Segundo Dirceu (dirceu@paz.org.br), uso interno, composto: Garganta, com as seguintes plantas: amora, folha; tanchagem, planta toda; sucupira, sementes (óleo). Segundo Dr Degmar: Pode-se usar as seguintes plantas: Tanchagem (Plantago major), folhas, gargarejos; Angico (Parapiptadenia rigida), entrecasca, gargarejos, decocto; Espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), folhas, infuso, gargarejo; Bardana (Arctium lappa), planta toda, infuso, gargarejo; Calêndula (Calendula officinalis), flor, infuso, gargarejo; Malva silvestre (Malvia officinalis), flor, flores, infuso, gargarejo; Melaleuca (Melaleuca alternifolia), óleo, gargarejos; Alfavacas (Ocimum spp), folhas e flores, infuso, gargarejo; Folha-da-fortuna (Bryophillum spp), folhas, infuso, suco, gargarejo. ———————————————— Machadinho indica para estas patologias, o composto via oral, com as mistura das plantas seguintes para um litro de água sem cloro, na forma de xarope (ver como fazer um xarope em RECEITAS NESTE SITE), com dose de uma colher de sopa , 5 vezes ao dia, por 20 dias: amora-branca, folha, 50 g; carqueja, planta toda, 50 g; eucalipto-medicinal, (E. citriodora), folha, 50 g; framboeza, planta toda, 50 g; groselha-preta, sementes, 50 g; jequitibá, casca, 35 g; limão-galego, frutos, 3; romã, casca dos frutos, 25 g; sabugueiro, flor ou folha; 35 g; tanchagem, planta toda, 100 g. Sgundo Teles e Eduino, uso interno do composto: GRIPE-TOSSE-GARGANTA, com as seguintes plantas: alho, dentes secos; amora, campará-de-espinho, guaco, capim jaraguá, todos usando folhas; capitão, angico-vermelho, usando casca. Nas amigdalite, Segundo Dr. Degmar usar: Tanchagem (Plantago major), folha, gargarejo da infusão e sucos, com ação antiinflamatória e antibiótica, com grande tropismo sobre mucosas; Amora (Morus nigra), folhas, gargarejos ou xarope, é adstringente (segura o intestino); Sálvia (Salvia officinalis), folhas, infusão, gargarejos, agindo como antiinflamatória e anti-séptica; Angico, entrecasca, tintura, int. adstringente; Própulis, tintura ou cps., age como antibiótica, gargarejos e int., Beladona (Atropa belladona), folha D1 a D3, int (pela toxidade), Malvarisco (Hortelã-baiano), folhas, xarope, gargarejos; Andrographis paniculata (excelente planta chinesa), Tomilho (Thymus vulgaris) , gargarejo, Alecrim-pimenta (Lippia sidoides), planta toda, rica em timo, gargarejo. Aquecer o pescoço com pomadas durante fase crítica, evitar beber gelados. Plantas usadas apenas em gargarejos com infusão nesta patologia: Guiné (erva-gambá) (Petiveria alliacea), folhas (combate Stafiloococus aureos em casos mais graves e com placas de pus); Romã (Punica granatum), casca dos frutos (taninos); Malva (Malva officinalis), folhas e flores (antiinflamatória e anti-séptica); Jequitibá (Cariana brasiliensis), entrecasca adstringente; Alecrim (Rosmarinus officinalis), folhas; Tomilho (Thymus vulgaris), planta toda, infuso, tintura; Mirra (Commyphora spp), planta toda, infuso, tintura; Trevo-cheiroso (Melliotus officinalis), planta toda, infuso; Alecrim-pimenta (Lippia sidoides), parte aérea, infuso, tintura. Em casos de infecções constantes por causa da queda da resistência, usar: Equinácea (Equinacea spp), raiz, tintura ou cápsula do pó; Côco-da-bahia (Cocos nucifera), parte fibrosa do fruto logo abaixo da casca verde. Segundo Alfonsas Balbachas, 1959: caruru-bravo, jequitibá, salva, sensitiva, tanchagem.
Dieta e Cuidados Recomendados : Dr Degmar indica: evitar alimentos ácidos e picantes durante tratamento. Comer alimentos alcanilizantes (melancia, mamão, suco de batata, iogurte, gelatina, purê de batata, arroz papa, canjas e sopas leves

Dr Degmar indica: evitar alimentos ácidos e picantes durante tratamento. Comer alimentos alcanilizantes (melancia, mamão, suco de batata, iogurte, gelatina, purê de batata, arroz papa, canjas e sopas leves.