Aparelho respiratório: anti-inflamatório do (ajuda controlar)

Sintomas e Causas :

Tratamentos Fitoterápicos Propostos

Tratamentos Propostos : Sergundo Dirceu (www.dirceu@paz.org.br), tomar ;Antiinflamatório (composto), ou as plantas: côco-da-bahia, erva-de-santa maria, tanchagem, erva-de-bicho, alho, babosa, pinus, ipê, taiuiá, bardana, tuia, rasa-branca, arnica (erva-lanceta. No caso de preparados na forma aquosa usar: 6 meses à 2 anos: 1 gota/kg; de 3 anos à 7 anos: uma colher de café; de 7 até 12 anos: uma colher de chá; mais de 12 anos : uma colher de sobremesa. Em todas as idades, usar 3 vezes ao dia. No caso de usar na forma de cápsulas contendo pó seco e moído da mistura de plantas indicadas ou de uma planta, tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia, 15 minutos antes das refeições, “em estado de fome”, ou quando se fizer necessário.
Dieta recomendada: cortar margarinas, manteigas, carne vermelha, frituras gerais, refrigerantes (mesmo diet e tipo cola), todo tipo de gordura mesmo chocolates, usar leite desnatado com aveia fina (Oat brean), 2 vezes ao dia.

>Dieta e Cuidados Recomendados
Segundo Dr. Degmar, plantas de ação predominantemente> expectorante: Assa peixe, folhas, infuso ou xarope; Agrião, planta toda, xarope ou suco; Chambá (Justicia pectoralis), folhas rica em cumarina; Bananeira-diversas variedades- (Musa spp), flor, xarope; Nabo fermentado com mel.
Plantas com ação anti-inflamatória nos brônquios: Tanchagem, folhas; Alcaçuz, raiz, tintura, extrato fluido, extrato seco, pó, decoto; Angico, entrecasca, tintura; Copaíba, óleo, cps ou xarope; Erva-de-santa-maria, folhas, infuso, suco diluído, xarope; Avenca, folhas, infuso, xarope, tintura; Açafroeira, rizomas, tintura, pó, extratos. Plantas com ação anti-séptica brônquica: Alho, óleo, Própolis, extrato; Cebola, bulbo,xarope; Sucupira, óleo tintura,xarope; Cebolinha ( Allium fistulosum), bolbo, infuso para tosse, sibilos, falta de ar. Tomar suco de limão- cravo constantemente.
Segundo Dr. Degmar: as plantas seguintes tem ação predominantemente gt;>broncodilatadora: Guaco (Mikania glomerata), folhas, xarope, infuso (rica em cumarina); Lobélia (Lobelia inflata), folhas,D1, int. (cuidado pela alta periculosidade ao “curarisar” o sistema nervoso central; Ipeca (Psycotria ipecauanha), D1, uso int., Acônito (Aconitum napelus), folhas, D1, uso int.; Grindélia (Grindelia robusta), sumidades floridas; Embaúba (Cecropia peltata), folha ou entrecasca; Cordão-de-frade (Leonites nepetaefolia), folhas, tinturas, infuso, xarope; Rubim (Leonurus sibiricus), planta toda, infuso, xarope, tintura. Plantas com ação anti-séptica brônquica: Alho, óleo, Própolis, extrato; Cebola, bulbo,xarope; Sucupira (várias espécies) (Browdichia spp), óleo tintura,xarope; Cebolinha ( Allium fistulosum), bolbo, infuso para tosse, sibilos, falta de ar. Evitar gelado, corantes, conservantes, doces em geral, laticínios, durante o tratamento. Afaste fatores ambientais de risco, tais como: mofo, poeiras domésticas, areia, bichos de pelúcia, cortinas, tapetes, cochas felpudas, carpetes, etc. Como fluidificador das mucosas pulmonares: segundo literatura, usar: Gengibre, rizoma, xarope, extrato, decoto; Alcaçuz, raiz, tintura; Guaco, folhas, xarope, infuso, rica em cumarina; Pimenta -diversas- (Capsicum spp), rica em capsaicina.
Segundo Dr. Degmar: Gengibre (Zingiber officinalis), rizoma, xarope, extratos, decocto; Alcaçuz (europeu) (Glycyrrhiza glabra), raiz, tintura; Guaco (Mikania glomerata), folhas, xarope, infuso (rica em cumarina); Pimenta (várias) (Capsium spp), rica em capsaina<

Segundo Dr. Degmar, plantas de ação predominantemente>>>>>> expectorante: Assa peixe, folhas, infuso ou xarope; Agrião, planta toda, xarope ou suco; Chambá (Justicia pectoralis), folhas rica em cumarina; Bananeira-diversas variedades- (Musa spp), flor, xarope; Nabo fermentado com mel. Plantas com ação antinflamatória nos brônquios: Tanchagem, folhas; Alcaçuz, raiz, tintura, extrato fluido, extrato seco, pó, decocoto; Angico, entrecasca, tintura; Copaíba, óleo, cps ou xarope; Erva-de-santa-maria, folhas, infuso, suco diluído, xarope; Avenca, folhas, infuso, xarope, tintura; Açafroeira, rizomas, tintura, pó, extratos. Plantas com ação anti-séptica brônquica: Alho, óleo, Própolis, extrato; Cebola, bulbo,xarope; Sucupira, óleo tintura,xarope; Cebolinha ( Allium fistulosum), bolbo, infuso para tosse, sibilos, falta de ar. Tomar suco de limão- cravo constantemente. Segundo Dr. Degmar: as plantas seguintes tem ação predominantemente >>>>>broncodilatadora: Guaco (Mikania glomerata), folhas, xarope, infuso (rica em cumarina); Lobélia (Lobelia inflata), folhas,D1, int. (cuidado pela alta periculosidade ao "curarisar" o sistema nervoso central; Ipeca (Psycotria ipecauanha), D1, uso int., Acônito (Aconitum napelus), folhas, D1, uso int.; Grindélia (Grindelia robusta), sumidades floridas; Embaúba (Cecropia peltata), folha ou entrecasca; Cordão-de-frade (Leonites nepetaefolia), folhas, tinturas, infuso, xarope; Rubim (Leonurus sibiricus), planta toda, infuso, xarope, tintura. Plantas com ação anti-séptica brônquica: Alho, óleo, Própolis, extrato; Cebola, bulbo,xarope; Sucupira (várias espécies) (Browdichia spp), óleo tintura,xarope; Cebolinha ( Allium fistulosum), bolbo, infuso para tosse, sibilos, falta de ar. Evitar gelado, corantes, conservantes, doces em geral, laticínios, durante o tratamento. Afaste fatores ambientais de risco, tais como: mofo, poeiras domésticas, areia, bichos de pelúcia, cortinas, tapetes, cochas felpudas, carpetes, etc. Como fluidificador das mucosas pulmonares: segundo literatura, usar: Gengibre, rizoma, xarope, extrato, decocto; Alcaçuz, raiz, tintura; Guaco, folhas, xarope, infuso, rica em cumarina; Pimenta -diversas- (Capsicum spp), rica em capsaicina. Segundo Dr. Degmar: Gengibre (Zingiber officinalis), rizoma, xarope, extratos, decocto; Alcaçuz (europeu) (Glycyrrhiza glabra), raiz, tintura; Guaco (Mikania glomerata), folhas, xarope, infuso (rica em cumarina); Pimenta (várias) (Capsium spp), rica em capsaina.