Tomilho –

Nome cientifico: Thymus vulgaris L

Sinonímia: Timo, tomilho de inverno

Composição Química:

Óleos essenciais : fenol, timol, carvol, carvacrol, álcool, borneol, linalol, geraniol; resinas, saponinas ácidas; sais minerais, pectinas, resinas, princípios amargos.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes, estacas divisão touceiras.

Espaçamento: sem dados

Época de Plantio: período chuvoso, com irrigação: ano todo; cultura renovada cada 3-4 anos

Época Colheita: sumidade florida: período florescimento (primavera, verão, locais altitude média)


Informações Gerais

Valor Alimenticio:

É usado na culinária, para aromatizar carnes, peixes, verduras, legumes e pizzas, na forma de ramos frescos.

Observações:

É usado na industria de perfumes e na produção de licores como aromatizante.


Uso Medicinal

Uso Normal:

Uso interno, chá por infusão, 1 colher de sopa de folhas e flores secas, em 1 xícara de chá, abafar por 10 minutos, coar, tomar 1 xícara morna, 3 vezes ao dia: gripes, resfriados, tosses, desobstrução das vias aéreas, expectorante. Uso externo, chá por decoto, 2 colheres de sopa por xícara de chá , lavar os cabelos, massageando o couro cabeludo por 15 minutos, após , lavar normalmente: queda de cabelos, fortalecer as raízes dos cabelos, combate fungos. Uso externo, maceração por 7 dias, 3 colheres de sopa de folhas e flores em 1 xícara de vinagre branco, aplicar no local com chumaço de algodão: escaras de decúbito, reumatismo articular.

Características:

Arbusto perene, altura até de 30 cm, quase sempre de coloração verde, com caule tortuoso e lenhoso, rasteiro, com ramos eretos formando touceiras. Folhas opostas, pequenas, sésseis com pecíolo curto, lineares, na forma de lança ou ovais, com bordas enroladas para baixo, cor verde na página superior e verde-cinza na parte inferior, penugem em ambas as faces ( mais na inferior ). Flores pequenas, cores variando entre : rosa, branca, lilases, avermelhadas, na forma de espigas nas axilas das folhas superiores, cálice tuboso, bilabiado, A planta tem odor aromático e sabor picante e pouco amargo. Prefere solos de planície, fofos, leves, bem permeável, bem ensolarados. Em regiões tropicais, normalmente não floresce. A cultura deve ser renovada a cada 3 a 4 anos. Originária da região do Mediterrâneo, mas adaptou-se bem no sul do Brasil.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: