Tamarindo –

Nome cientifico: Tamarindus indica L.

Sinonímia: Cedro-mimoso-do-rio-grande-do-sul, jabaí, polpa-de-tamarindo, tamarinda, tamarindeiro, tamarindo-do-egito, tamarindo-das-índias-orientais, tamarineira, tamarineiro, tamarinho, tamarino, cedro-mimoso, tâmara-da-índia, tamarinheiro.

Composição Química:

Fonte de Vit. A, Vit. B1 (Tiamina), Vit. B2 (Ribloflavina), Vit. B5 (Niacina), Vit. C (ácido ascórbico), fósforo, ferro, cálcio, sódio, enxofre, magnésio, ácido tartárico livre, tartarato ácido de potássio, frutose (açúcar invertido), pectina, substâncias aromáticas, grande quantidade de tanino.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes, mudas

Espaçamento: comercial: sem dados

Época de Plantio: com irrigação: ano todo; sem: período das chuvas

Época Colheita: folhas: ano todo; frutos (polpa): frutificação (março a julho)


Informações Gerais

Valor Alimenticio:

O suco da polpa madura, com água e açúcar, é muito rica em substâncias hidrocarbonadas e ácidos tartáricos. Conserva-se muito bem quando tem sua casca íntegra . A polpa diluída rapidamente fermenta , podendo produzir distúrbios intestinais. Em culinária é usada como agente acidificante substituindo o limão ou vinagre em molhos.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Polpa ácida é laxativa (cientificamente provada). O refresco da polpa tomado diariamente na dose de um copo pela manhã, promove uma regularização do funcionamento dos intestinos com poucos dias de uso.

Uso Normal:

usar  decoto, adulto: tomar 3 xícaras de chá por dia, crianças: 3 xícaras de café . Tisanas preparadas com a polpa são indicadas para estados febris, irritações intestinais, cólicas do fígado, na disenteria como antidiarreico usando-se 5 gramas de folhas ou casca do lenho, em infusão o ao dia, como antioxidante, antimicrobiana contra fungos e bactérias que causam dermatoses e infecções intestinais como Echerichia coli e Vibrio cholerae. As folhas (extratos aquosos) são vermífugas, auxiliam na cura do sarampo, gripe, febre, dores, pedras nos rins, icterícia, mostram atividade antimicrobiana inclusive contra Schistosoma mansoni e vários fungos que provocam dermatoses no homem e no cão. O refresco do fruto na dose de 1 a 10% é refresco e laxante leve.

Características:

Natural da África tropical, mas bem adaptado em diversas regiões do globo, inclusive Europa e Ásia. É uma árvore frondosa, com até 15 m de altura, galhos bem distribuídos formando uma copa semi arredondada, com folhas compostas pinadas, com até 15 pares de folíolos, oblongos, arredondados, flores amarelentas em racemos nas pontas, fruto do tipo legume de polpa carnosa, epiderme resistente mas que se destaca com facilidade quando maduro, de cor marrom, com várias sementes achatadas com cor pardacenta. Basicamente ocorrem dois tipos de plantas, os de frutos longos contendo até 12 sementes, e os de fruto curto, contendo até 4 sementes.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: