Pega-pega –

Nome cientifico: Desmodium adscendens (Sw.) DC, Desmodium canum

Sinonímia: Carrapicho-focinho-de-boi, beiço-de-boi, amores-do-campo, marmelada-de-cavalo,
carrapicho-beiço-de-boi, amor-agarrada, amorico.


Dados para Cultivo

Propagação: planta nativa, sementes que se fixam na pele e roupas

Espaçamento: planta nativa

Época de Plantio: planta nativa, considerada espontânea

Época Colheita: folhas, planta toda (na forma de pó): ano todo (espontânea, "daninha").


Uso Medicinal

Uso Principal:

É excelente diurético, usar folhas, infusão, uso interno. Na África seu uso deve muito sucesso para asma, usando-se o pó da planta

Uso Normal:

Folhas, uso interno, chá por infusão ou decoção: afecções renais, uretrite, cistite, blenorragia, disfunções gástricas e hepáticas, prisão-de-ventre, nervosismo, purificador de sangue ou desintoxicante do corpo (depurativo), limpador das vias urinárias, afecções dos ovários (inflamação), leucorreia, corrimento vaginal, hemorragias, diarreia. Externamente na forma de banhos para: afecções vaginais. As raízes em decoto, uso interno, para: malária, usado também como contraceptivo (para não engravidar).

Características:

Nativa do Brasil, aonde é considerada uma “erva daninha”, é rasteira, de pequeno porte, perene, estolonífera, crescendo enraizando ramos vegetativos, folhas trifoliadas e arredondadas, tem flores pequenas, de coloração rósea, reunidas em panículas terminais, com frutos pequenos tipo vagens, que são cobertas por uma substância que permite que a mesma adere facilmente na roupa ou no pelos dos aminais e assim seja distribuída com facilidade pelos campos.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: