Pau-de-bálsamo [bálsamo]-

Nome cientifico: Myrocarpus fastigiatus

Sinonímia: Balso, cabraiba, óleo-vermelho, cabureiba, pau-vermelho [Ufla: Pereira et al]

Composição Química:

Ácido benzoico e cinâmico [Ufla: Pereira et al]


Dados para Cultivo

Propagação: por estaquia.

Época de Plantio: verão chuvoso

Época Colheita: folhas, suco e sumo: ano todo; óleo do tronco preferencialmente no inverno seco.


Informações Gerais

Valor Alimenticio:

É usada como saladas de suas folhas, ao natural, sem tempero [inflamações gástricas]


Uso Medicinal

Uso Normal:

Uso ao natural, sob a forma de salada sem tempero [nas inflamações gástricas], apresenta ação protetora contra úlceras do estômago e duodeno, erisipela,; usado também para combater afecções do aparelho respiratório e urinário. O óleo é usado ainda contra diabete, bronquite crônica, queimaduras, frieiras. Tem também uso como: digestivo, cicatrizante, emoliente, usado nas inflamações gastrointestinais e de pele. São usadas as folhas frescas; sumo [aplicar sobre a pele inflamada]; suco [10 folhas batidas no liquidificador com 1/2 litro de água. Tomar 1/2 copo antes do café da manhã], óleo extraído do trono. [Ufla: Pereira et al.]

Características:

Originária da Africa do sul, Ásia, América tropical. Árvore de parte altaneira de casca grossa e inerte. Folhas compostas de 3 a 11 folíolos ovais e lisos; flores em cacho, brancas, vagem alongada, curva, tendo 1 a 2 sementes, com pedúnculo achatado. [Ufla: Pereira et al]

Foto:

Foto 2:

Foto 3: