Nogueira

Nome cientifico: Juglans regia

Composição Química:

Fonte de Vit. A, Vit. B1 ( Tiamina ), Vit. B2 (Ribloflavina ), Vit. B5 ( Niacina ), Vit. C ( ácido ascórbico ), fósforo, ferro, cálcio, potássio, sódio, enxofre, magnésio, silício,


Dados para Cultivo

Propagação: Sementes e mudas.

Época de Plantio: Com irrigação: Ano todo.

Época Colheita: Frutos: casca verde e madura, noz verde e madura; folhas: período vegetativo.


Informações Gerais

Contra Indicações:

Não é bom para dispépticos (portadores de azia, gastrite, etc.), nem quem tenha afecções do fígado.

Plantas ricas em tanino, podem se combinar com proteínas alimentares, impedindo ação de proteases, e dificultando a digestão. Em altas doses ou uso prolongado, os taninos podem causar hepatotoxidade. Exemplos de plantas ricas em tanino estão citados nos Nomes Comuns. (Dr. Ferro).

Valor Alimenticio:

É um alimento formador de tecidos. Muito bom para tempo de frio. Deve ser muito bem mastigada e não em grande quantidade.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Tônico excelente para cérebro e nervos (ferro).Nozes : esta oleaginosas possui vitamina B1 (tiamina), que ajuda a converter glicose em energia. Também imita a acetilcolina, neurotrasmissor que possui um papel nas funções cerebrais relacionadas com memória e cognição. Também carrega o Inositol (fosfatidilinositol), substância reconhecida como parte do complexo B, que é necessário para o correto funcionamento dos neurotransmissores serotonina e acetilcolina.http://msn.minhavida.com.br/conteudo/11105-Inclua-no-cardapio-10-alimentos-que-te-deixam-mais-feliz.htm#fotogaleria=4

Uso Normal:

Tônico geral para debilitados (frutos), tem efeitos laxativos, é tenífugas (tênia), tuberculose dos ossos (especialmente a da coluna vertebral), diabete, ativa o leite materno, anti-esterilidade. Suco das frutas frescas misturado com mel e água , para aftas, úlceras e fístulas escrofulosas. Decocto da casca verde para diabete (40:1000). Extrato da casca verde diluído em água como vermífugo, em gargarejos para anginas. Folhas são adstringentes (infusão 100:1000), escrofulose, tuberculose, diarréias, verminoses, dermatoses, linfatismo, artritismo, gota, diabete, sífilis, tosse, anemia, clorose, afecção das vias respiratórias. Externamente nas afecções do útero, metrite, leucorréia, nas hemorróidas, conjuntivites, frieiras, úlceras gangrenosas. Folhas de baixo do travesseiro para insônia. Casca da raiz em decoto nas dores de dente, gengivas sangrentas, dentes frouxos (em bochechos).

Uso Normal:

Com Tanchagem em decoto nas irritações vaginais .

Características:

Originária da Pérsia e da índia mas bem aclimatada no Brasil.

Foto:

Foto 2: