Nabo-

Nome cientifico: Brassica napus, L.; Brassica campestris L. var. rapa

Sinonímia: Branco redondo colo roxo, Colo roxo rosita, Das virtudes, Forrageiro, martelo, Pera colo roxo, Purple top white globe, Tokinashi kokabu.

Composição Química:

Em 10 g de nabo há: Vitamina A: raiz: 15UI, folha: 4335 UI; vitamina B1 (tiamina): raiz: 70 mcg, folhas: 60; vitamina B2 (riboflavina): raiz: 70 mcg, folhas: 130 ; vitamina B5 (niacina): raiz: 0,85 mcg, folhas: 0,52; vitamina C (ácido ascórbico): raiz: 19,30 mcg, folhas: 65,9 ; potássio: raiz: 338 mg/100g, folhas: 300 mg; ferro: 52 mg, folhas: 56 mg; fósforo: raiz: 47 mg, folhas: 16 mg


Dados para Cultivo

Propagação: sementes; 1,2 a 2 kg/ha

Espaçamento: 30 a 40 cm x 10x15 cm

Época de Plantio: fevereiro a julho (planalto); na serra: ano todo

Época Colheita: rizoma: abril a agosto; folhas: período vegetativo


Informações Gerais

Valor Alimenticio:

Fonte de Vit. A, B1, B2, Niacina, Vit C, potássio, sódio, cálcio, ferro, fósforo. As folhas tem muito mais valor alimentício que as raízes, podendo ser usada na forma de caldo, sopas recheios,


Uso Medicinal

Uso Principal:

Dr. Morais:, raiz: tônica, antiescorbútica, peitorais.

Dr. Feijão: nabo cozido, diurético, para frieiras, ulcerações da pele.
Dr. Violeta: regulariza inflamação intestinal, aguda ou crônica.
Dr. Walker, para hemorroidas.
Balbach: purificante do sangue, depurativo, anti-escrofuloso, anti-escorbútico, anti-beribérico, elimina cálculos da bexiga e dos rins.
Dr. Malfred: na forma de xarope para tosse, coqueluche, bronquite crônica, expectoração (rodelas finas, tigela com açúcar, uma noite no sereno, escorrer o xarope formado, toma-lo em colheradas).

Uso Normal:

Nabo cozido, usado em rodelas aplicados topicamente, favorece nos furúnculos como resolutivo. Também para frieiras, inflamações em geral, ardores na pele.

Uso Normal:

Dr. Walker: como tem muito cálcio (ver composição química), usa-la na osteomalácia, no amolecimento de dentes; seu suco das folhas com: cenoura, dente-de-leão, aipo, para fortalecimento dos dentes e da estrutura óssea do organismo (principalmente crianças em crescimento e velhos (principalmente mulheres pós menopausa)

Foto:

Foto 2: