Murici

Nome cientifico: Byrsonima spicata ( L.) DC Byrsonima intermedia A. Juss

Sinonímia: Pau-de-curtume, muricizeiro, murici-do-campo, baga-de-tucano

Composição Química:

Taninos (muita quantidade); pigmentos; gorduras; fitosteróis, triterpenóides (casca), flavonóides,


Dados para Cultivo

Propagação: planta nativa, semente

Espaçamento: planta nativa

Época de Plantio: planta nativa

Época Colheita: folha, casca: ano todo; fruto, depende região


Informações Gerais

Contra Indicações:

Ver possíveis dados na janela Informações Úteis na Abertura do Site.

Valor Alimenticio:

O fruto é comestível. Seu fruto é usado na indústria de refrigerante ou sorvete de boa qualidade.

Observações:

A casca é usada como fonte de tanino e é usada nos curtumes


Preparo e Conservação

Extrato Peso/Volume: 10


Uso Medicinal

Uso Principal:

Dr Dirceu: na psoríase.
Literatura: aftas; corrimento vaginal; dor garganta; infecção intestinal;

Uso Normal:

Uso popular das folhas em chás como: adstringente nas diarréias, nas infecções intestinais, como protetor da mucosa intestinal; chás de raízes (1 colher de sopa de material picado por 1/2 litro de água sem cloro), externamente, afecções da boca e garganta – gengivites, amigdalites, laringites, feridas crônicas, corrimento vaginal (banho de assento 3 vezes ao dia), nas hemorroidas, usando-se casca na forma de decocto e fruto in natura ou na forma de sucos ou sorvetes.

Uso Normal:

Plantas medicinais associadas na literatura: amendoeira e coroa de frade.

Características:

Nativo de toda região amazônica. É uma árvore de até 15 m altura, nas áreas de mata ou um arbusto de 3m em áreas de cerrado, com casca rugosa, folhas opostas coriáceas, lanceoladas, flores de coloração amarelada, apresentando glândulas visíveis no cálice, fruto tipo baga pequena, de cor amarelo e comestível.

Foto:

Foto 2:

Foto 3: