Mentrasto [erva-de São João]

Nome cientifico: Ageratum conyzoides, Sieber ex Stend, L

Sinonímia: Erva-de-são-joão, picão-roxo, catinga-de-bode, catinga-de-barão, camará-opela, erva-de-são-josé, erva-de-santa-lúcia, maria-preta, picão roxo, mentraço, mentraz, mentruz, erva-maria, maria-preta, cacália-mentrasto, catinga-de-barão, cúria, mentraste, picão-branco.

Composição Química:

Óleo essencial; compostos cumarínicos; benzofuranas; benzopirena; alcalóides, flavonas; flavonóides; cromonas, beta-cariofileno, ácidos graxos livres, mono-di e tre-glicerídeos, ceras, hidrocarbonetos. Esteróis, quercetinas, campferol, glicosídeos de campferol, ácido caféico, fumárico, e várias flavonas polimetoxiladas, geconiflavonas A,B, e C, eupalestina, nobiletina, 5-metoxinobiletina, lindero-flavona, sinentisna, vários cromenos, lignana (+)-sesanmina, alcalóides pirrolizidínicos licopsamina e equinatina, beta-cariofileno, precocenos I e II.


Dados para Cultivo

Propagação: Planta nativa, semente.

Espaçamento: Planta nativa.

Época de Plantio: Planta nativa.

Época Colheita: Folhas: ano todo.


Informações Gerais

Contra Indicações:

Como as flores tem uma ação hepatotóxica, é conveniente que se usem para fins medicinais apenas as plantas que estejam em estado vegetativo (sem as flores, pois as mesmas são tóxicas).

www.dicionariobabylon.com: Altas doses por longos períodos de tempo apresentam hipertensão arterial. Em pequenas doses não tem problema. É inadequado para água do chimarrão. Contra-indicada para diabéticos.

Observações:

As sementes germinam muito bem.


Preparo e Conservação

Extrato Peso/Volume: 10


Uso Medicinal

Uso Principal:

Foi estudado seu uso interno, na forma de chá das folhas, para combater artrose, e auxilia no combate à hepatite. Nota: as flores são tóxicas.(Jean K. Mattos, UnB)

Como anti-inflamatória [Degmar Ferro]

Uso Normal:

Reumatismo; diarreia; cólicas. Preparados das folhas (exclusivamente, pois flores são tóxicas) na forma de infusão e chás. Cólicas uterinas; diarreia e disenteria, flatulência, reumatismo agudo, contusões, ferimento aberto, hemostático, cicatrizante, afecções das vias urinárias, gases e estimulante do apetite. Tem uma ação vaso dilatadora e antiespasmódica, devido a seus componentes serem derivados da benzo pirena. Uso interno: chá por infusão: 20 g da planta seca e moída por 1 litro de água, tomar 5 xícaras por dia. Uso externo: como cataplasma sobre articulações no caso de reumatismo e artrites.

Características:

Originária do Centro-oeste e sudeste do Brasil.
Planta anual, ereta, herbácea, caules revestidos de pelos alvos, medindo 30 cm à 1 metro de altura. As inflorescências são terminais, em forma de capítulos. Folhas opostas, membranáceas, pubecentes, de pecíolos longos, com 4 a 9 cm comprimento. Vegeta em qualquer tipo de solo, mas melhor em solos férteis e ricos em matéria orgânica. (dados da Universidade do Ceará indicam a existência de dois tipos morfológicos distintos)

Foto:

Foto 2:

Foto 3: