Gervão

Nome cientifico: Stachytarpheta cayenensis

Sinonímia: Gervão-azul, rincão, gervão-roxo, gervão-do-campo, gervão-legítimo, fava-verbena, erva-gervão, aguarapondá, mocotó, verbena-falsa, chádo-brasil, ervão, orgibão, uregão, urgevão, verbena, aguarapondá.
Outros Nomes: www.cantoverde.org: Verbena-sagrada, erva-de-fígado; Port.: verbena, gerbão, girbão, gervão, gerivão, algebão, erva-sagrada; Esp.: verbena [oficinal], verbena macho; Fr.: verbeine [officinale], herbe sacrée; Ing.: {European] verbain, holy herb.

Composição Química:

Estarquitafina, citral, geraniol, verbenalina, dextrina e ácido salicílico.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes

Espaçamento: planta expontânea

Época de Plantio: planta expontânea

Época Colheita: raiz e folha: período do início de florescimento


Uso Medicinal

Uso Principal:

fonte: www.plantamed.com.br: amebíase; atua nas afecções renais; na bronquite; na cefaléia; na eczema; na erisipela; nas afecções do fígado; nos furúnculos (escrofulose); na hepatite genérica; nas afecções do baço; atua como inseticida leve ou repelente á insetos; na rouquidão e afonia; nos resfriados comuns; atua no vitiligo.

Uso Normal:

Raiz e folhas, em decoto, uso interno, nas afecções das vias urinárias, debilidade orgânica, dispepsias, afeções gástricas, prisão-de-ventre, hemorroidas, hepatite, febres, contusões, feridas, amebíase, diarreia, béquico, bronquite, diurético, estimulante, hepatite, artritismo, recuperação de ossos fraturados. Usa-se folhas, na forma de suco das folhas cruas, uso externo, nas contusões, machucaduras, feridas, como cicatrizante.

Características:

www.cantoverde.org: Características: Arbustiva européia que pode alcançar até 80 cm de altura, possui folhas opostas e flores lilás pequenas e dispostas em espigas. É também conhecida como gervão-roxo, erva-gervão, orégão, vassourinha-de-botão, oribão.
Dicas de Cultivo: Prefere solos ricos e bem drenados. O plantio é direto na primavera por divisão de touceiras.

Foto:

Foto 2:

Foto 3: