Figueira

Nome cientifico: Ficus carica L.

Sinonímia: Cultivar: Roxo de Valinhos ou variação genético-clonal similar.

Composição Química:

Contem Vit. A , Vit. B1 (Tiamina), Vit. B2 (Riboflavina), Vit. B5 (Niacina), Vit. C (Ácido ascórbico), potássio, fósforo, cálcio, sódio, ferro, magnésio, cloro, furanocumarinas (psoraleno e bergapteno), mucilagem, pectina, açúcares, substâncias fotossensibilizantes.


Dados para Cultivo

Propagação: estacas enraizadas, mudas raiz nua

Espaçamento: 3,5 x 2 m (básico), 3 x 1 m (adensado)

Época de Plantio: raiz nua: junho a julho; recipientes: qualquer época (irrigadas)

Época Colheita: fruto: período frutificação (varia); látex folhas e ramos: ano todo


Informações Gerais

Contra Indicações:

Frutos frescos não devem ser consumidos por diabéticos,e por quem sofra de inflamação do fígado ou do baço.Não usar a casca de maneira nenhuma para fabricação de bronzeadores para evitar queimadura na pele.

Valor Alimenticio:

Graças ao seu elevado teor de glicose ( o mais assimilável dos açúcares ) é alimento de primeira ordem nutrindo e engordando. É próprio para atletas e para quem executa grandes esforços físicos. Desempenha papel semelhante aos cereais. Deve ser consumido bem maduro, e quando bem lavado, com casca. Preferencialmente come-lo em jejum, pois melhora a atividade dos intestinos.


Uso Medicinal

Uso Normal:

O fruto é anti-oxidante, laxante [1 fruto maduro fervido em 1 copo água, repousar durante noite, tomar em jejum e comer o fruto; criança: 1 fruto em 2 copos água, repetir o consumo adulto], diurético, peitoral, digestivo, bom para o fígado, depurativo do sangue. Decoto do figo , em gargarejos é bom para irritações da garganta. Figo partido previamente cozido em leite, para: inflamações da boca, abcessos das gengivas. Fico seco, cozido na água ou leite: como béquico, expectorante. Figos frescos para: cálculos renais, biliários. Figo contra vermes de crianças, nas enfermidades dos rins, do fígado e da vesícula [Dr. Ochoa]. Água de figos macerados para lavar o rosto: desaparece manchas da face. Látex das folhas e ramos, aplicação tópica cáustico para verrugas e calos. (A. Balbach).

Uso Normal:

Fresco na forma de fruto maduro, na hidropsia (junto com um pouco de gengibre). Infuso de folhas com duas vezes mais de folhas de Tanchagem para hemorragias uterinas, diarreias, disenterias (tomar várias xícaras por dia). Figos frescos com pouco de gengibre: para hidropsia. Macerado do figo seco com sal e vinagre, para caspa lavando-se o couro cabeludo.

Características:

Nativa provavelmente do sudoeste asiático. Quando adulto, é um arbusto grande, muito ramificado, com produção de látex, tem folhas coriáceas, simples, com cerca de 6 lobos, flores pequenas, reunidas em uma inflorescência tipo sicônio, que depois de fecundadas as flores femininas, formam os frutos verdadeiros que são chamados na prática de sementes. O fruto é portanto composto, pois é um conjunto de frutos verdadeiros que constitui o figo comestível, que é de cor verde quando jovem e arroxeado quando maduro.

Foto: