Cordão-de-frade

Nome cientifico: Leonotis nepetaefolia, (L) R.Br.

Sinonímia: Pau-de-praga, Cordão-de-são-francisco, cordão-de-frade-verdadeiro, cordão-de-frade-pequeno, cauda-de-leão, tolonga.

Composição Química:

Óleo aromático, volátil, e a leonotina, empregada na lavagem de roupas, taninos, lactonas, flucoside, ácido labdânico, cumarina, diterpenos, flavonóides, glicosídeos, triterpenoides, cafeína


Dados para Cultivo

Propagação: sementes, divisão de raiz

Espaçamento: 40 x 40 cm; planta expontânea

Época de Plantio: em canteiros irrigados e com calor (estufas): ano todo; planta expontânea

Época Colheita: folhas e ramos jovens: período vegetativo (ano todo em canteiros e estufas)


Informações Gerais

Contra Indicações:

É fortemente abortiva. Seu uso prolongado pode provocar hemorragias pelas cumarinas. (Dr. Ferro)


Preparo e Conservação

Extrato Peso/Volume: 10


Uso Medicinal

Uso Principal:

Uso interno, infusão ou decoto: excelente para todos os reumatismos, gota, ácido úrico, inflamação urinária, icterícia,
www.aleph.com.br: atua nas afecções pulmonares; nas articulações; nas nevralgias; aumenta os glóbulos vermelhos nas crianças (anemia);
www.planetamedicinal.hpg.ig.com.br: atua na disúria; como estimulante genérico; como antiespasmódica.

Uso Normal:

Uso interno, infusão ou decoto: reumatismos dolorosos, osteoporose, inflamação do nervo ciático, afecções respiratórias (asma, tosse, bronquite, catarros) afecções urinárias, metrorragias, hemorragia uterina, dispepsias, flatulência. Usado na forma de infusão, decoção, macerado, como diurético, febrífugo, antiasmático, antiespasmódico, anti-reumático. O macerado da planta no local afetado é usado como cicatrizante e em dores de contusão. É uma boa planta para eliminar o ácido úrico. Uso externo: infuso 5 g da planta em 1 litro de água , repousar por 15 minutos e coar. Beber 4 a 5 xícaras ao dia Uso externo: decoto a 5% na limpeza de úlceras e feridas. Em estudos in vitro, apresentou ação antiedematogênica (afecção da pele) e antimicrobiana com Bacillus subtilis e Staphylococcus aureus.

Características:

www.planetamedicinal.hpg.ig.com.br: DESCRIÇÃO : Erva quase arbustiva, de até um metro e meio de comprimento. Dá em lugares abertos e secos na vizinhança das habitações. Cheiro aromático. Caule quadrangular. Folhas opostas, lanceoladas. Flores alaranjadas, dispostas em verticilos globulares nas axilas das folhas. Os frutos são quatro grãos pretos, trapezoidais. [UFLA- Pinto]

Foto:

Foto 2:

Foto 3: