Chapéu-de-couro

Nome cientifico: Echinodorus macrophyllus, E.grandiflorus, E. cs. scaber Rataj

Sinonímia: Chá-mineiro, chá-de-campanha, erva-do-brejo, congonha-do-brejo, erva-do-pântano, chá-do-pobre, erva -de-bugre, aguapé.

Composição Química:

Essências, taninos e sais minerais, iodo, saponinas, flavonóides, triterpenos, resinas, alcalóides, holosídeos e heterosídeos cardiotônicos, rico em iodo.


Dados para Cultivo

Propagação: planta expontânea, rizomas em canteiros muito irrigados

Espaçamento: planta expontânea

Época de Plantio: planta expontânea

Época Colheita: rizomas: ano todo; folhas: período vegetativo, início do florescimento.


Informações Gerais

Observações:

É tido como antídoto para diversos venenos de cobra.


Preparo e Conservação

Extrato Peso/Volume: 10


Uso Medicinal

Uso Principal:

Uso interno, folhas, infusão: como depurativo, reumatismo (todas as formas); artrites; gota; osteoporose, no aumento do ácido úrico; nevralgias, hidropisia, edemas, arterioesclerose. É um diurético fortíssimo quando usado na forma de chá e em doses altas). Age como estimulante do suco biliar no intestino delgado e melhora a função renal, agindo nos quadros reumáticos, bem como na eliminação do ácido úrico.

Uso Normal:

Uso interno, infusão ou decocto à 5% (uma colher de sobremesa de pó seco das folhas para 1 xícara de água, duas vezes ao dia): todos os processos de dermatoses; acne; para ter pele bonita, usar junto com Arnica. Afecções das vias urinárias, congestão hepática. Debilidade geral, convalescência de doenças crônicas. Pressão alta (hipertensão), colesterol alto. Uso externo: gargarejos de chá: amigdalite, faringite, estomatite, gengivite, feridas crônicas. O rizoma em uso externo na forma de cataplasma nas hérnias, e como banho-de-assento contra prostatite. Anti-reumático, depurativo, anti-ofídico. Acredita-se que esta planta pode interromper a evolução da arterioesclerose.
————————————————
www.inova.unicamp.br:
-atua como anti-inflamatório pelos seus flavonoides; atua nas úlceras estomacais; atua na glândula tireoide, pois ativa ou inibe a secreção de T3 e T4; apresenta efeito vasodilatador.

Uso Normal:

Juntamente com Arnica para dermatoses, uso interno, decocto, 5 %.

Características:

Encontrada de maneira expontânea em todo o Brasil, principalmente mas margens dos córregos e riachos, vivendo bem com abundância de água. Possui folhas de grande tamanho, lanceoladas ou cordiformes (forma de coração), ásperas lembrando o couro, daí o seu nome. Tendo aspecto bonito é planta ornamental para lagos artificiais. Pode ser encontrado variedade com folhas pequenas. Herbácea ou subarbusto aquático, perene, acaule, rizomatoso, de 1-2 m altura, folhas simples, coriáceas, pecíolo rígido com até 1,3 m comprimento. Flores brancas, reunidas em inflorescência paniculadas amplas, dispostas acima das folhagens por meio do longo pedúnculo originado diretamente do rizoma. Nas regiões Sul e Nordeste existe a espécie Echinodorus macrophyllus que apresenta características, e propriedades muito semelhantes.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: