Carrapicho-rasteiro (Carrapicho-carneiro)

Nome cientifico: Acanthospermun xanthioides; Acanthospermum australe; A. hispidum DC

Sinonímia: Carrapichinho, espinho-de-agulha, poejo-da-praia, amor-de-negro, mata-pasto, picão-da-praia, cordão-de-sapo, carrapicho-miúdo, marôto, chifrinho, carrapicho-de-carneiro, mata-pasto, picão-da-prata, miúdo, chifrinho,

Composição Química:

Lactonas sesquiterpênicas e diterpênicas, óleo essencial rico em cariofileno, cadineno, germavreno. Estes elementos estimulam estudos mais profundos de suas propriedades fitofármacas.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes (apenas)

Espaçamento: planta expontânea (considerada daninha)

Época de Plantio: planta expontânea (considerada daninha)

Época Colheita: folhas e raiz: ano todo, dependendo ciclo, varia por região


Informações Gerais

Contra Indicações:

Ver possíveis dados na janela Informações Úteis na Abertura do Site. Nada consta na literatura consultada.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Isolou-se flavonoides e acanthostral um germanológico com atividade inibitória de tumores cancerosos e constataram que seu extrato cru foi parcialmente ativo contra Plasmodium falciparum, agente causador da malária. Usar folhas e raízes em infuso/decoto.

Uso Normal:

Folhas e raízes, uso interno, chá por infusão e decoção: tônica, diaforética, eupéptica, antidiarréica, mucilaginosa, antimalárica, aromática, antiblenorrágica, febrífuga, dispepsias, diarreias, afecções febris, tosse, bronquite, dores no corpo e nos membros, dores lombares, dores renais, anemia, erisipela, doenças do sistema urinário, tosses. Em uso externo, na forma de banhos para dores lombares, renais ou úlceras, feridas e micoses.

Características:

Cresce amplamente pelo pais sendo considerada uma planta daninha pelos agricultores tamanha é sua quantidade pelos campos. Planta herbácea, anual, prostrada ou decumbente, ramificada, de caules arroxeados pubescentes, de 20-40 cm de comprimento, nativa da América tropical. Com folhas simples inteiras ou de margens irregularmente serreadas, cartáceas, de 1,5-3,5 cm de comprimento. Capítulos terminais e axilares, com poucas flores de cor amarelada. Fruto do tipo aquênio provido de projeções rígidas. Multiplica-se apenas por sementes.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: