Cânfora-de-jardim

Nome cientifico: Artemisia camphorata

Sinonímia: Cânfora

Composição Química: Cânfora é uma cetona que, submetida a uma série de reações, desdobra-se em vários corpos: borneol, isso-borneol, canfano, cimol, carvacrol, quinona de cânfora, ácido canfórico e óleo essencial.
[www.plantasquecuram.com.br]: óleos essenciais, derivados de cânfora (submetida a uma série de reações, desdobra-se em: borneol, isso-borneol, canfano, cimol carvacrol, quinona de cânfora, ácido canfórico).


Dados para Cultivo

Propagação: sementes, divisão de touceiras.[Deve ser cultivada a pleno sol]

Espaçamento: 0,6x1,2 m (canteiros)

Época de Plantio: primavera-verão (calor e umidade); irrigação: quase ano todo

Época Colheita: folhas, ramos verdes: ano todo vegetativo; flores: depende da região.


Informações Gerais

Contra Indicações:

É uma planta tóxica em altas concentrações e seu uso deve ser apenas externo, em pomadas, tinturas, compressas ou em infusões para inalação dos vapores desprendidos. Além de suas utilizações medicinais, a cânfora-de-jardim apresenta ações alelopáticas, com efeitos fungicidas, herbicidas e repelentes, tornando-se uma planta útil ou daninha dependendo da situação.
[www.jardineiro.net/br]


Uso Medicinal

Uso Normal:

Usa-se para contusões, reumatismo, picadas de inseto e dores musculares, na forma de macerado em álcool de folhas, ramos verdes, flores, em fricções várias vezes ao dia

Características: É uma planta herbácea de mais ou menos um metro de altura. Folhas fendidas, numerosas flores brancas. Tem as mesmas aplicações fitoterapêuticas da losna (Arthemisia absinthum L.).

Foto:

Foto 2:

Foto 3: