Canela-de-cheiro

Nome cientifico: Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer Ocotea opifera Mart

Sinonímia: Caneleira-de-cheiro, louro (Pará) , louro-de-cheiro, canela- branca , canela-cheirosa, canela-de-sassafráz, casca-cheirosa, louro-cheiroso, sassafráz, sassafráz-amarelo, sassafráz-preto, sassafráz-rajado, sassafrazinho.

Composição Química: Óleos essenciais: safrol, metil-eugenol, propenil, alilbenzenos.


Dados para Cultivo

Propagação: planta nativa- semente

Espaçamento: planta nativa

Época de Plantio: planta nativa

Época Colheita: flores, época varia com região; óleo-rezina: ano todo (depende clima)


Informações Gerais

Contra Indicações:

Contra indicado na gravidez (Dr. Ferro) ver indicações.

Valor Alimenticio: Por destilação obtêm-se dos frutos (e de toda parte da planta)um óleo essencial acre aromático, volátil, amarelo transparente com cheiro de casca de laranja que foi considerado como podendo substituir o óleo essencial de limão .

Observações: Produz madeira de lei, para mobiliário e construção civil e tonéis de aguardente


Uso Medicinal

Uso Principal:

Por incisão da casca e no lenho, escorre um óleo outrora considerado um poderoso resolutivo, mas usado como antireumático, anti-sifilítico, diurético, (substitui o óleo de sassafráz americano-Sassafras albidum- e da planta amazônica Aniba roseodora-. Na medicina popular, usa-se suas flores como; sudoríferas, depurativa de sangue, diurética.

Uso Normal:

Do óleo dos frutos, em pequenas quantidades, usa-se para reumatismo, artritismo, paralisias. Do fruto contuso, externamente em fricções, na beribéri.
………………………………………….
Canela: rica em polifenóis e antioxidantes, esta especiaria melhora a atividade da insulina, ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e reduz a compulsão por carboidratos e doces. Assim, colabora para evitar o sobrepeso e o acúmulo de gorduras na região abdominal e mantém a produção de serotonina em equilíbrio.http://msn.minhavida.com.br/conteudo/11105-Inclua-no-cardapio-10-alimentos-que-te-deixam-mais-feliz.htm#fotogaleria=8

Uso Normal:

Externamente como ungüento associado com banha de porco nos usos normais indicados..

Características: Árvore com folhas perenes, nativa da Bahia até o RG sul, na mata Atlântica, tendo na Amazônia (puchuri-Licaria puchury-major (Mart) Kosterm), com cerca de 15 m altura, copa frondosa e arredondada, tronco tortuoso, e canelado, folhas brilhantes e coriáceas, inflorescências terminais, paniculatas, com flores pequenas, hermafroditas, perfumadas, branco-amareladas, com frutos tipo drupa elípticas, lisas, com polpa fina e carnosa, com uma semente. Todas as suas partes tem forte aroma quando esmagadas.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: