Assaçú

Nome cientifico: Hura creptana L.

Sinonímia: UFLA: Ussacú; árvore-do-diabo; catuá; açaçú (Perú). Açacu, areeiro, uassacu, monkey dinner beII, pos-sentree, postentree, zachtout, zandkokerboon, sablier, white ou YeIlow Sand-box, sablier blanc, s. jaune, javillo blanco, j. Amarillo, ceiba, habilla, oelba, ceibo amanho, c. brujo, Ceiba de eche acuapar, barbasco, tronador, white cedar, catahua, habilla, salvadera, catauá, ochoó, ochohõ, hura, nune, mohinillo, chichicaste, haba, habilla, arbre du diable, bois du diable, monkey pistol, catauá.
[www.conhecendoamadeira.com].

Composição Química:

UFLA: Hurina e creptina


Dados para Cultivo

Propagação: Espécie Nativa - Crescimento espontâneo

Espaçamento: Espécie nativa - crescimento espontâneo

Época de Plantio: Espécie nativa - crescimento espontâneo

Época Colheita: Folhas, ano todo, flores, Primavera/Verão, espécie nativa - Crescimento espontâneo


Informações Gerais

Contra Indicações:

Devido a seiva do Assaçú ser muito cáustica, provoca queimaduras graves em contato com a pele;
EM USO INTERNO pode também causar cegueira; no caso de ingestão pode causar hemorragia interna, constrição da garganta, diarreia, etc. As sementes são vominativas e produzem constrição da garganta, diarreias, etc. Pela sua ação tóxica não deve ser usada internamente.

Observações:

Parece servir de alimento para diversos insetos e por isso tornam-se transmissores dos princípios tóxicos do Assaçú; usada também para envenenar flechas. A planta pode ser considerada inseticida .


Uso Medicinal

Uso Principal:

Alternativa de Uso – Aplica-se topicamente sobre furúnculos a infusão das flores ou brácteas frescas. – Ajuda a madurar o abscesso.- Reumatismo – usam-se as folhas trituradas, com água.Parte usada – Folhas e flores.
www.phitoherb.com].

Uso Normal:

Usa-se folhas, trituradas com água, uso externo, no reumatismo. Usa-se flores ou brácteas frescas, na forma de infusão, uso tópico, contra lepra (hanseníase) e furunculose (furúnculos).
NOTA: VER TOXIDADE

Características:

CARACTERÍSTICAS GERAIS DA ÁRVORE , O assacu encontra-se quase sempre em terrenos aluviais, de preferência onde possa receber bastante luz solar. É árvore monoica, de grande porte (até 40 m de altura) e com diâmetro atingindo até dois metros. O tronco é aculeado, e sua seiva, muito cáustica, tem como principio ativo a hurina ou crepitina. O látex é fluido, extremamente irritante para as mucosas provocando edema em contato com os olhos e, na boca e faringe, ardor pronunciado. Antes de abater a árvore costuma-se anelar o tronco para sangrar o látex.CARACTERÍSTICAS GERAIS DA MADEIRA Madeira leve (0,35 a 0,40 g/ cm3), de cor branca com tonalidade levemente amarelada, ou variando de branca a bege; alburno in-distinto do cerne; macia, muito fácil de trabalhar; textura média; grã direita a irregular; superfície lisa ao tato; cheiro e gosto indistintos. Apresenta baixa resistência à ação de fungos xilófagos, sendo muito atacada por grupos manchadores.DESCRIÇÃO ANATÔMICA MACROSCÓPICA Poros visíveis a olho nu, poucos, médios e grandes, solitários, geminados chegando a compor algumas cadeias radiais, alguns vazios, na maioria obstruídos por tilos brilhantes. Linhas vasculares distintas sem auxilio de lente, longas e retilíneas. Raios no transversal muito delgados e numerosos, visíveis apenas sob lente, com uniformidade na largura e espaçamento; no plano tangencial são irregularmente distribuídos, pouco visíveis mesmo sob lente. Parênquima axial visível apenas sob lente, difuso, agregado e formando trechos de linhas tangenciais, formando com os raios retículo irregular. Camadas de cres-cimento pouco distintas.DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICAOcorre em toda a Amazônia, em matas de várzea, de solo argiloso e alagadi-ço, margeando os rios. Distribui-se nas Guianas, Antilhas, América Central, Peru e Bolívia.[www.conhecendoamadeira.com].Árvore de grande porte de madeira branco-pardacenta.
[www.phitoherb.com].

Foto:

Foto 2: