Arruda

Nome cientifico: Ruta graveolens,L Ruta hortensis Mill.

Sinonímia: Arruda-dos-jardins; arruda-doméstica; ruta-de-cheiro-forte; ruda; arruda-fedorenta; erva-arruda, arruda-aromática, arruda-macho, arruda-fêmea.

Composição Química:

Óleo essencial (rico em metilnomilcetona), flavonoides (rutina), furo cumarinos, bergapteno, xanto toxina, psora leno, saponina, ácido oleanólico, ligitanas, vários alcaloides. Teores de essência variam de 0,07 a 0,09%.


Dados para Cultivo

Propagação: sementes, estacas, divisão touceiras

Espaçamento: 1,2X1,2 m (canteiro para podas permanentes)

Época de Plantio: prim.-verão, água e calor

Época Colheita: folhas, verão-outono, flores, primavera


Informações Gerais

Contra Indicações:

Poderoso abortivo quando em uso interno. Seu uso externo em pessoas de pele sensível é contra-indicado, pois tem compostos foto-sensibilizantes (furano cumarina) que queima a pele. Seu uso interno tem que ser bem avaliado pois a planta tem certo grau de toxidade. Seu uso por mulheres em idade de procriar é vedado. É abortivo e pode provocar hemorragias uterinas. (Dr. Ferro).

Observações:

Apresenta eficiência contra sarna, piolho, e é repelente à pulgas, percevejos, mi ase, em uso externo, usando-se folhas secas, infusão, 2 xícaras de café de folhas secas em 0,5 litro água.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Uso externo, decoto de 2 colheres de sopa de folhas em 0,5 litros de água [ou 1 colher de sobremesa de pó da planta seco e moído, não muito colmada], em compressas de algodão, várias vezes ao dia: inflamação dos olhos e ouvidos (sumo: 3 gotas de sumo para 1 gota de álcool: pingar 2 gotas em cada ouvido). É muito eficaz nas menstruações (regras) irregulares (normalizador dos ciclos menstruais ou menstruação escassa), colocando-se 1 colher de café de pó seco e moído para cada xícara de chá de água em inicio de fervura, água; tomar 1 xícara de chá de manhã, em jejum, nos dez dias antes da menstruação. Cuidado, como arruda é um poderoso abortivo, deve ser usado com extremo cuidado e acompanhamento médico, principalmente nas mulheres em idade potencialmente procriativa.

Uso Normal:

Uso interno, infusão de 1 colher de café de pó seco e moído, rasa, em 1 xícara de chá de água, ferver por 5 minutos: para menstruação irregular (vide contra indicação); fragilidade dos capilares sanguíneos. Uso interno, infusão, (ver contra indicação), 1 colher de café de pó seco e moído] em 0,5 litro de água, fervendo por cinco a dez minutos: nas dores intestinais e dores reumáticas. Fazer chá com 1 xícara de café de pó em 1,0 litro de água, fervido 5-7 minutos, coar, esfriar (lavar a cabeça por 3 dias): contra piolhos. Um copo de folhas picadas em 1 litro de álcool [ou 1 colher de sopa de pós seco e moído], 5 a 10 dias, na forma de tintura macerada, aplicar na área afetada, antes de deitar: contra sarna. Como repelente de pulgas e percevejos: varrer a casa com galhos e colocar os galhos embaixo dos colchões.
www.jardimdasflores.com.br:

varizes; aumenta o fluxo menstrual; reumatismo (uso tópico do azeite); dor de cabeça (enxaqueca) pois tem as substâncias : undecano na, metiletilcetona e metil-heptenona); atua como calmante do sistema nervoso; atua na ansiedade (medo do futuro).

Uso Normal:

Macerar folhas frescas (2 colheres de sopa) ou 1 colher de café de pó seco e moído, com 1 xícara de chá de vinagre por 3 dias. Aplicar no couro cabeludo por 2 horas sem ir no sol, contra piolhos. Em decoto com rizoma do Confrei usando 1 colher de sopa de pó seco e moído em 1/2 litro de água, fazer banho de assento anal e vaginal para oxiúros (verme intestinal que provoca grande coceira na região do anus);  durante uma semana.

Características:

Subarbusto formado touceiras de até 0,6 à 1,5 m altura, folhas alternas, carnosas, pecioladas cor acinzentada. Flores miúdas, cor amarelo-esverdeadas, em corimbos. Fruto tipo 5-locular, sementes pardas rugosas. Originária da Europa Meridional, perfeitamente aclimatada no Brasil todo. Gosta de solos ricos em matéria orgânica e permeáveis, respondendo a cobertura nitrogenadas. Pode ser atacada por pulgão. Tem aroma característico

Foto:

Foto 2:

Foto 3: