Arroz

Nome cientifico: Oryza sativa L.

Sinonímia: Arroz irrigado:IAC4440, IAC238, IAC101, IAC102. Arroz de sequeiro: IAC25, IAC47, IAC165, Guarani, IAC201, Rio Paranaíba; arroz preto ou arroz proibido
(IAC-600).(Manual IAC-SAESP].
Vermelho, Basmati, Tailandês, Selvagem, Japonês, Raris, Aguliha, Parboilizado, Integral, [www.campeiroalimentos.com.br].

Composição Química:

Amido e sais minerais.
Botsaris: amido, proteases, amilase, peptidases, vitaminas do complexo B, ácidos graxos.
Composição do arroz preto IAC-600: A película que envolve o grão do arroz integral preto é rica em:
Hidratos de carbono, óleos, proteínas, compostos fenólicos, fibras, cobalto, vitaminas: A, B1, B2, B6, B12, niacina, ácido nicotínico, ácido pantotênico, pró-vitaminas C e E. [www.arrozpreto.com.br].
[www.bases.bireme.br: o arroz parboilizado polido apresentou um teor 75% maior de minerais nutricionalmente importantes quando comparado com o polido, devido principalmente à retenção de K e P. Entretanto, foram os minerais Se, Mn, Cu e Zn que alcançaram as maiores contribuições na IDR


Dados para Cultivo

Propagação: sementes e mudas enraizadas (plantio irrigado)

Espaçamento: seq.45 cm linha com 55 sem/m.

Época de Plantio: sequeiro e irrigado: meados de set. meados de dez

Época Colheita: fevereiro a abril, grãos


Informações Gerais

Contra Indicações:

Botsaris: contra-indicado para mulheres em fase de amamentação (reduz produção); não usar em doses altas por tempo prolongado (semente germinada).

Valor Alimenticio:

As vitaminas do complexo B, estão concentradas na cutícula e no germe, portanto seus efeitos medicinais são muito aumentados quando se consome o arroz integral (arroz marrom que não é brunido, mantendo a película que recobre o grão, e não arroz branco, no qual dos grãos apenas se retiram a casca, e não a película

Observações:

O centeio germinado é considerado um substituto do arroz pois suas funções são praticamente idênticas, se bem que menos potente.


Preparo e Conservação

Forma Preparo: O arroz marrom não brunido [integral] (sem retirada da película) é considerado mais potente que o branco (beneficiado) por manter suas propriedades medicinais integras. Ver dados da história da China e do México.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Botsaris indica uso de sementes germinadas, na dose de 6-15 g, em decoção, para: digestivo [distensão abdominal, eructações, borborismo, aberrações do apetite, saburra espessa da língua]; reforça o baço e o estômago; e apresenta estudo farmacológicos: efeito hipoglicemiante [diabete].

Uso Normal:

Grãos cozidos: enterites, gastroenterites, diarreias (podendo-se tomar diversos copos ao dia da água usada no seu cozimento ou maceração de 20 gramas em um copo de água por 6 horas-beber a água do macerado); como dieta exclusiva por poucos dias: hipertensão arterial, edemas cardíacos, edemas renais. Uso externo, fécula em cataplasma: abcessos, inflamações da pele. As sementes maceradas produzindo o chamado “leite de arroz”, é usado como emoliente, em cosmética, e no rejuvenescimento da pele. Para isto, pode-se usar uma pasta com água e pó fino do arroz.

Características:

UFLA & Lorenzi: É provavelmente originário da Índia aonde existe espontaneamente assim como na zona tropical da Austrália, e cultivado em quase todos os países do planeta.Introduzido na Europa por Carlos Magno, árabes introduziram na Espanha no século VII e daí para França e Itália.

As distintas variedades diferem no tamanho dos grãos e na altura da planta. Quase todas elas se cultivam em planícies alagadas que podem continuar inundadas, mesmo durante o período de crescimento do vegetal. Há variedades de sequeiro, cultivadas em terras altas. O sistema radicular da planta é constituído por numerosas raízes fibrosas, longas e finas que permitem sua fixação rápida no solo.

Até frutificar, a planta emite novas raízes que, ao se ramificarem, aumentam a capacidade de absorção de nutrientes, o que possibilita o cultivo mesmo em solos pobres como, por exemplo, o cerrado brasileiro. Das raízes surgem numerosas hastes formadas por uma série de nós e entrenós. Cada nó traz uma folha e uma gema. O perfilhamento das hastes (cilíndricas) é maior nos solos mais férteis e quando as plantas estão distanciadas entre si. As touceiras variam de três a cinqüenta colmos e cada colmo termina por uma inflorescência, uma panícula semelhante à aveia. As espiguetas nascem em uma panícula aberta, que é ereta no florescimento e decumbente na maturação. As flores são hermafroditas. O androceu possui seis estames que se reúnem em dois verticilos de três estames cada um. O gineceu tem um único pistilo. O ovário contém um único óvulo. O estigma, formado por três pequenos lobos, é séssil.

Os estames e os pistilos ficam contidos em duas glumas de forma navicular; essas glumas aderem à semente depois da maturação, formando-se a cariopse, que caracteriza [arroz branco ou marrom ou é eliminada após o beneficiamento. Cada panícula pode conter de 70 a 300 sementes, de 5 a 11 milímetros de comprimento; a forma é oblonga, oblonga-estreita, arredondada ou recurvada. Dessa forma vai depender o valor econômico na hora da comercialização. As sementes são divididas em grupos e subgrupos, cada qual com preço diferenciado.
Fonte: www.emdiv.com.br

Foto:

Foto 2: