Andiroba

Nome cientifico: Carapa guianensis Aubi

Sinonímia: Andiroba-saruba, carapá, carapa, iandiroba, iandirova, nandiroba, aruba, saruba, andiroba-branca, andiroba-do-igapó, andirava, carape, caropá, carapinha, comaçari, genriroba, iandiraba, jandiroba, penaíba.

Composição Química: Estearina, ácidos graxos oleicos e mirístico, ácidos palmítico e linoléico, alcaloide carapina, tanino na casca, ácidos epoxiazadirobina, esteárico, apoxiazadiradiona.


Dados para Cultivo

Propagação: espécie nativa; propagação natural por sementes .

Espaçamento: espécie nativa, sem estudo agronômicos ainda.

Época de Plantio: espécie nativa, preferir verão chuvoso

Época Colheita: sementes que caem dos frutos produzidos no verão; espécie nativa


Informações Gerais

Contra Indicações:

Pesquisadores das Universidades Federais de Pernambuco e do Pará publicaram estudo que indica que o consumo por via oral do óleo de andiroba (Carapa guianensis) pode afetar negativamente o fígado. O trabalho foi publicado na revista Journal of Ethnopharmacology (Volume 116, No. 3, 28 de Março de 2008).

Valor Alimenticio: nihil

Observações: As sementes quando transformadas em pó são usadas como inseticidas e contra bicho-de-pé. Quando misturado com Urucum funciona como repelente.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Seu óleo (das sementes) tem ação antiinflamatória e anti-reumática muito eficiente (uso tópico local), massagens terapêuticas.

Uso Normal:

Seu óleo é usado como repelente de insetos e para afecções de pele, contra insetos atacando o couro cabeludo (carrapato, sarna, pulgas, piolhos), Produz um brilho especial nos cabelos.

Uso Normal:

Óleo das sementes usado puro ou misturado com Copaíba em compressas, fricções ou embrocações , como vinho tintura ou xarope : como cicatrizante, nas inflamações, tratamento das contusões, picadas de insetos, doenças de pele, reumatismo, afecções da garganta, parotidite ( “papeira “) erisipela, herpes. As sementes quando transformadas em pó são usadas como inseticidas e contra bicho-de-pé. Quando misturado com Urucum funciona como repelente.

Características: Originário de toda Amazônia nas matas de várzea ao longo dos rios e igarapés, América do sul toda e Antilhas. É uma árvore muito grande quando adulta, tendo cerca de 30 m altura, com casca rugosa, copa ampla, folhas grandes, imparipenadas, folíolos grandes e verde escuro, elípto-oblongos, inflorescência axilares paniculiformes, flores pequenas amarelo-avermelhadas, subsséseis, cheiro agradável, fruto do tipo cápsula, deiscente semilenhosa, globosa-quadrangular, ferrugínea, com várias sementes, que tem um óleo espesso, amarelo e sabor muito amargo.

Foto:

Foto 2:

Foto 3:

Foto 4: