Agrião-aquático

Nome cientifico: Sisymbrium nasturtium-aquaticum L.; Nasturtium officinale R.Br.

Sinonímia: Agrião, agrião-aquático, agrião-d-água, agrião-da-água-corrente, agrião-da-europa, agrão-da-ponte, agrião-das-fontes, agrião-das-hortas, agrião-de-lugares-úmidos, agrião-dos-rios, agrião-oficinal, berro-dágua; cardamia-jontana, cardomo-dos-rios, mastruço-dos-rios, narstúcio, rabaçã-dos-rios, saúde-do-corpo.

Composição Química:

Possui glicosídeos, óleos essenciais sulfozotado, gliconastursídeo, mirosina, sais minerais, vitaminas, proteínas, carotenos, clorofila.


Dados para Cultivo

Propagação: Sementes, estacas da raiz [divisão de touceiras].

Espaçamento: 0,3 X 0,3 plantio comercial com condições especiai.

Época de Plantio: Ano todo.

Época Colheita: Ano todo nos plantios comerciais adequados [irrigados].


Informações Gerais

Contra Indicações:

Por ser cultivada na beira de córregos muitas vezes poluídos [podendo transmitir geralmente a doença tifo], não se deve come-la sem uma criteriosa lavagem e higienização por causa da possibilidade de infecção, principalmente de hepatite [principalmente no início de gestação].

Valor Alimenticio:

É considerada em toda parte como uma hortaliça com grande valor nutritivo pelos seus componentes.


Uso Medicinal

Uso Principal:

Propriedades do Agrião
O agrião ou Rorippa nasturtium-aquaticum [Sisymbrium nasturdium-aquaticum]para os amigos é uma planta comestível e que tem propriedades anticancerígenas. É commumente usada em saladas e pode ser encontrada no meio natural em zonas úmidas como rios e riachos. Diz-se que comer um molho de agrião é o que melhor combate a ressaca.

O agrião é tão eficaz que não se deve usa-lo diariamente, a não ser para tratamento dos brônquios, durante períodos limitados. A quantidade de ferro, iodo e vitaminas que contém faz passar para a água em que é deixada de molho uma boa parte de sua força.

As propriedades terapêuticas do agrião combatem o raquitismo, o ácido úrico e as doenças do pulmão, agindo na purificação do fígado e do estomago.Os fumantes devem fazer uso do agrião, uma vez por semana, para a desintoxicação do organismo. O seu suco, adoçado com mel é um excelente xarope para combater bronquite, tosse, tuberculose pulmonar e toda sorte de enfermidades catarrais. Usa-se em saladas para combater a diabetes, e o consumo diário para os que sofrem de acido úrico.
Fonte: sounatural.com

Uso Normal:

Uso interno, raiz, chá por infusão, na disenteria, diarreia, blenorragia, elefantíase, psoríase, moléstias da pele, estimulante dos órgãos digestivos, diurética, vermífuga. Uso ext., folhas, em compressas, contra inchações, dor de dente, formigamentos, cicatrização de feridas.

Características:

É uma herbácea perene, aquática, aromática, de ramos ocos e decumbentes, com raízes adventícias saindo dos nós, nativa da Europa. Folhas compostas pinadas, com folíolos irregulares, flores pequenas, brancas, na forma de capítulos, em panículas terminais. Existe uma variedade que pode se desenvolver em terrenos secos ao contrário das demais que preferem solos encharcados ou úmidos durante seu ciclo vegetativo.[ver dados em: agrião de-terra-enxuta]

Foto:

Foto 2: