Acerola

Nome cientifico: Malpighia glabra L.

Sinonímia: Cereja-das-antilhas; cereja-de-barbados.

Composição Química:

O maior teor de Vitamina C conhecido em frutas. Para cada 100 gramas de polpa existem 2000 mg a 5000 mg de Vit. C ( 100 vezes maior que o do limão ).


Dados para Cultivo

Propagação: sementes

Espaçamento: 4 x 4 ou 4 x 5 m (comercial).

Época de Plantio: Primavera; verão chuvoso; ano todo com uso de irrigação

Época Colheita: Setembro a março (manual diária, ou dias alternados).


Informações Gerais

Valor Alimenticio:

Os frutos em estado de pré-maturação amarelados, é que tem maior quantia de vitamina C, mas apresentam-se muito ácidos ao paladar. Seu armazenamento (polpa do fruto) em freezer não faz perder sua vitamina C.

Observações:

No países de clima equatorial e tropical, a acerola vem ganhando cada vez mais destaque em seu cultivo como bonsai de interior de apartamentos e casas, mas em lugares que tenham sol.
O teor de ácido ascórbico em 100g de polpa de acerola excede 1000 mg, valor equivalente aos efervescentes no padrão 1g (um grama).
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Acerola


Uso Medicinal

Uso Principal:

Aumenta a resistência às infecções, contribui para retardar o envelhecimento, age como antioxidante, anti-infecciosa, aumenta a resistência do organismo, neutraliza os radicais livres. É muito eficiente em casos de gripes e resfriados freqüentes, e épocas de muito esforço físico.

Uso Normal:

Uma das maiores fontes de Vitamina C existente nas frutas. Como antioxidante, o consumo de seis frutas diariamente conservadas em congelador [em sacos de “juju”]e batidas com água no liquidificador inteiras, é uma dose bastante adequada para cumprir sua função.

Características:

Arbusto de porte médio, podendo atingir quando adulto até 3 metros. Bem copado, é originário da América Central (Antilhas), sendo cultivado no Brasil, principalmente nos estados do norte e nordeste, e em diversos países tropicais. Quando adulto pode produzir 3 a 4 safras por ano, dependendo da adubação e irrigação, e em cada safra pode dar até 20 kg por planta. Sua multiplicação pode ser por sementes, mas para apresar a produção de frutos, é melhor pelo método da estaquia ou alporquia. Exige muita regas nos primeiros dia do plantio. Quando já em desenvolvimento, agradece uma poda de arejamento da copa. Melhor adubação é a orgânica com boa cobertura de material orgânico seco abaixo da copa. [UFLA].
A acerola, quando madura, tem uma variação de cor que vai do vermelho ao vinho, passando pelo alaranjado. Esta coloração é resultado da presença de antocianinas, especialmente pelargonidina e malvidina.
A acerola está dividida em duas seleções, a acerola vermelha e a acerola laranja. [www.wikipedia.org].

Foto:

Foto 2: